Jornalista vai tentar uma vaga na Câmara de Itapemirim

Marcos Kito é pré-candidato a vereador de Itapemirim, ele não suporta mais ver o legislativo fazendo papel de marionete de quem comanda o poder, tudo para obter cargos, vantagens e ‘ser amigo do rei’

“…Não aguento mais ver pessoas incompetentes legislando e sendo marionete nas mãos dos politiqueiros de plantão. Além é claro do principal objetivo, tentar ajudar o administrador com projetos e indicações de relevância para a comunidade itapemirinense”, esta é a justificativa de Marcos Kito, assim mais conhecido na mídia o jornalista Antônio Marcos de Souza Silva, 47 anos, morador da comunidade de Campo Acima, Itapemirim que lança o nome a pré-candidatura a vereador.

Eis um nome que merece uma vaga no Legislativo de Itapemirim. Integro, comprometido com a sociedade, um profissional respeitadíssimo no meio da imprensa, um inconformado com as mazelas na política. Marcos Kito é na verdade um sociólogo que fotografa diariamente as vísceras da sociedade e sabe que o tempo é agora para se buscar novos rumos. Foi-se o tempo do assistencialismo e das promessas mentirosas a população menos favorecida de informação. O jornalista quer um lugar ao sol, ele vai para a disputa a uma vaga na Câmara, mesmo sabendo que em Itapemirim, política é motivo de deboche, chacota, escândalos e onde muitos oportunistas vem levando o nome da cidade as páginas policiais da imprensa em todo Estado.   

Mesmo sem partido, em conversa com reportagem do Espírito Santo Notícias Kito disse que está analisando e definindo a melhor sigla para entrar de cabeça na disputa.

Pela segunda vez o jornalista se candidata a uma vaga na Câmara de Itapemirim, tão desgastada com os últimos acontecimentos.

Marcos Kito é jornalista, fotografo e funcionário público efetivo no cargo de Guarda Legislativo. “Meu objetivo é legislar, fiscalizar e prestar serviços públicos, com ética, respeito, eficiência e transparência, de forma integrada, visando à melhoria da qualidade de vida dos moradores do município de Itapemirim, em especial do meu bairro Campo Acima”, garante.

O jornalista tem pretensão em deixar o nome na história da cidade, ser referência em legislação, fiscalização e gestão pública, principalmente na área de segurança pública, “setor que já atuo no Conselho de Segurança Pública, podendo ser eleito ainda este mês de março presidente do conselho de segurança pública de Itapemirim”.

Engajado com as questões do entorno, Marcos Kito é atuante Diretor da UCCA – União Comunitária de Campo Acima. É casado com Sônia Vieira Silva e pai de dois filhos e avô de uma neta.

Além de Jornalista, também é técnico em Contabilidade, estudante de filosofia e faz curso de políticas públicas.

“Na verdade, também luto contra o aprisionamento da moral das pessoas que hoje são realizadas por políticos oportunistas que usam dinheiro e a máquina pública para fazer isso e desde já agradeço o carinho e atenção”.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*