Irmã de “Mata Rindo” diz que ele não tinha envolvimento com mortes em Anchieta e nem era procurado pela polícia

A irmã diz que ele era amigo dos meninos assassinados em Anchieta e ele não era investigado pelas mortes dos mesmos. O jornal ouve as versões e publica os fatos.

Uma irmã do adolescente Wesley Luiz Santana, 17 anos, vulgo “Mata Rindo”, assassinado na manhã desta sexta-feira, 01, em Piúma entrou em contato com o jornal pedindo que a matéria fosse corrigida pois, segundo ela, o irmão não tinha nada a ver com as mortes de Josenildo Santos Lopes Júnior, 13 anos, e Carlos Eduardo Nunes Ferreira, 16, no dia 15 de março no bairro Nova Anchieta.

Oportunamente, a irmã de Wesley disse que ele não era investigado pela Polícia e nem tinha qualquer envolvimento no duplo homicídio dos meninos, cujos corpos foram encontrados na Lagoa Acaraí, no dia 18 de março, no bairro Nova Anchieta. Ela assegurou que o irmão era amigo dos adolescentes assassinados.

Sobre o apelido de Wesley, a irmã disse que não sabe o porquê e também afirmou que ele não parava em casa e adorava Piúma, inclusive estaria morando no bairro onde foi assassinado.

Disse também a irmã de “Mata Rindo” que ele já teve envolvimento com o tráfico, mas na atualidade não mexia mais, embora entrasse em contradição em seguida. “Ele podia até vender as porcarias dele, mas ele não tem nada a ver com a morte dos meninos. Ele não era foragido e nem procurado pela polícia. Se realmente fosse, a polícia já tinha pego ele dado uma surra nele, como já fizeram”, frisou

Perguntada se Wesley tinha inimigos e se estava sendo ameaçado de morte, a irmã disse não sabia, e nem se ele tinha rixa. “Com certeza alguém não gostava dele e fez isso. Só sei disso que ele não era procurado pela polícia, e não tem nada a ver com o caso dos meninos’, reafirmou. E também não tem ideia em quem o matou e por quais motivos”, disse.

“Mata Rindo”, assassinado na manhã desta sexta-feira, 01, por volta das 5h00, com um tiro no peito, na Rua Bom Fim, no bairro Céu Azul em Piúma.

Inicialmente o jornal recebeu informações de um policial civil e um militar dizendo que “Mata Rindo” tinha envolvimento com os assassinatos dos meninos, entretanto, o delegado de Anchieta, Marcos Nery responsável pelo inquérito que investiga o duplo homicídio confirmou ao jornal que Wesley não tem envolvimento na morte dos meninos encontrados na Lagoa de Acaraí.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*