Publicidade

Homem que matou o segurança do Campi era traficante, homicida e foragido do Complexo Penitenciário da Mata Escura em Salvador

A polícia identificou o criminoso que assassinou a tiros o segurança do Bar Campi no Céu Azul, Anderson Soares de Sá, 45 anos. Ele é foragido da Bahia. E, neste domingo prendeu um comparsa dele no bairro Itaputanga

Vitor matou o segurança e acabou assassinado na calçada do estabelecimento no bairro Céu Azul em Piúma

A polícia identificou o criminoso que assassinou a tiros o segurança do Bar Campi no Céu Azul, Anderson Soares de Sá, 45 anos. Ele é foragido da Bahia. E, neste domingo prendeu um comparsa dele no bairro Itaputanga

O traficante e assassino Vitor Pereira dos Santos, o Vitinho da Rádio ou Seaway foi o homem que executou o segurança na porta do Campi Bar Fest, na madrugada de sábado, 17, ele também acabou assassinado a tiros, na calçada do estabelecimento, minutos após executar Anderson Soares de Sá, 45 anos.

Vitor estava foragido do Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador desde o dia 07 e estava se escondendo no bairro Itaputanga, em Piúma.

O corpo dele foi identificado no Serviço Médico Legal _ SML de Cachoeiro de Itapemirim.

Vitor estava no Bar Campi na sexta-feira, 16 e acabou sendo expulso pelo segurança após se envolver em uma confusão com algumas mulheres no interior do bar, indignado por ter sido colocado para fora ele voltou ao Campi e matou Anderson Soares Sá com cinco tiros.

Apontado como chefe de organização criminosa

O bandido que matou o segurança em Piúma era apontado como chefe de uma organização criminosa que agia na cidade de Santo Antônio de Jesus – SAJ, no Recôncavo Baiano, em Salvador.

Vitor estava em Piúma escondido junto com André Luiz de Jesus Santos, o Choquito, preso neste domingo, por policiais militares da Força Tática, no bairro Itaputanga, onde estava em uma casa escondidos.

O Blog do Valente trouxe na íntegra a matéria da fuga de três assassinos e traficantes de SAJ que estavam presos até o dia 07 de julho, no Complexo Penitenciário da Mata Escura em Salvador.

Vitor, o assassino do segurança deixou uma ficha extensa no crime, por práticas de homicídios violentos por onde passava.

De acordo com o Aratu On, os detentos que eram internos usaram uma corda ‘teresa’, feita com lençóis para acessarem a área externa.

Segundo informações do Sindicato dos Servidores Penitenciários da Bahia (Sinspeb), os fugitivos aproveitaram a falta de prepostos da Polícia Militar na muralha do pavilhão principal, para escalar a guarita ao lado da 2ª Cia da PMBA e entrarem pelo matagal que circunda todo o complexo.

Um morador da região conseguiu filmar o exato momento da fuga, numa via vicinal próximo à avenida Gal Costa, por onde os internos fugiram contando com o apoio de comparsas.

De acordo com o Sinspeb, no Presídio de Salvador, onde ocorreu a fuga, estavam 816 presos para um efetivo plantonista de 13 policiais penais.

A entidade sindical informou, também, que as unidades prisionais baianas não dispõem de câmeras de monitoramento, bloqueadores de sinal de telefonia e o perímetro das unidades não dispõe de nenhuma barreira física que impeça a livre circulação de pessoas nas proximidades dos estabelecimentos penais.

Segundo o site Informe Baiano, os nove foram identificados como: Vitor Pereira dos Santos, vulgo Vitinho da Rádio ou Seaway, traficante e homicida de Santo Antônio de Jesus; homicida Yuri Carlson Santana Santos, vulgo ET, integrante da Katiara; Luís Felipe Barros de Cerqueira, o ‘Couro’ da facção A Tropa e envolvido com tráfico e homicídio; Luciano Santos de Jesus Júnior, vulgo Formiguinha, traficante de Santo Antônio de Jesus; Lailson Campos Souza, homicida de Santo Antônio de Jesus; Claudiomar Santos de Santana, vulgo Cacá, homicida da facção Katiara; Luís dos Santos, assaltante e integrante do comando Vermelho; Anderson dos Santos Silva, assaltantes, assassino e integrante do Comando Vermelho; Carlos Diran Silva Macedo, assaltante, assassino e integrante do Comando Vermelho.

O assassino do segurança

Segundo matéria veiculada no G1no dia 23 de novembro do ano passado, Vitor Pereira dos Santos, o Vitinho da Rádio, homicida e traficante foragido da Bahia ele era chefe de uma organização criminosa.

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP) informou ao G1 que Vitor
 também atuava em outros municípios do Recôncavo e no Vale do Jiquiriçá.

O bandido assassino após seis meses de investigação, a Polícia Civil descobriu que ele tinha uma vida de luxo, morando em condomínios nos estados de Rio de Janeiro, Espírito Santo, Sergipe e Ceará. Ele comandava o tráfico de drogas na região e determinava as mortes de rivais.

O delegado Adílson Bezerra de Freitas, da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Santo Antônio de Jesus), informou que após apurações descobriram que o assassino voltaria à Bahia para fazer a distribuição de drogas e depois iria para o Ceará, de carro, com parentes. Após estudarem as possíveis rotas, conseguiram efetuar a prisão, na região do município de Laje.

De acordo com o policial, na reportagem do G1, Vitor assassinou um vendedor de carros, no dia 2 de junho no ano passado, após comprar um veículo e perceber que o motor do carro apresentava problemas.

O delegado na época destacara que Vitor era conhecido pela forma cruel das execuções. Com o criminoso foi encontrada uma pistola calibre 40, três carregadores e munições, na prisão de novembro de 2020. E na detenção além dos mandados por homicídio, o traficante também tinha sido autuado por porte ilegal de arma de fogo. Ele foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Mata Escura, em Salvador onde fugiu no dia 07 de julho e veio para o ES, onde acabou assassinado após matar o segurança no Bar Campi.

Comparsa de Vitor, assassinado no Céu Azul é preso embaixo da cama, no bairro Itaputanga

Na tarde deste domingo, 18, policiais da Força Tática da PM receberam a informação de que um indivíduo natural de Santo Antônio de Jesus, Bahia estaria em Piúma com mandado de prisão em aberto. Diante da denúncia os policiais seguiram o veículo em que o mesmo poderia estar até o local que estava escondido, ao perceber a aproximação da PM, o bandido se escondeu  dentro de uma residência acreditando que não seria localizado, de imediato foram feitas as buscas dentro da residência e o meliante foi localizado debaixo da cama, juntamente com ele foi localizado um porção de maconha.

Segundo informações não oficiais, André Luiz de Jesus estava junto com Vitor que assassinou o segurança no Céu Azul, na noite de sexta para sábado 17, o detido foi encaminhado para a delegacia e posteriormente foi para o presídio.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade