Publicidade

Homem executado com 19 tiros no rosto em Iconha, os supostos assassinos já foram presos em Vitória

Os homens que executaram Baianinho em Iconha, abandonaram o veiculo usado na Rodovia Jorge Feres em Piúma e fugiram em um Argus para Vitória onde foram presos.

Um homem foi assassinado com pelo menos 19 tiros no rosto no meio da Rua Idílio de Paula Beiriz, no bairro Jardim da Ilha em Iconha, em frente à Igreja Assembleia de Deus, ÀS 6H58 desta quinta-feira (18).

Homens que estariam num veículo Ágile vermelho o abordaram quando se deslocava para o trabalho na Carrocerias Colorado no mesmo bairro onde foi executado. Os dois assassinos atiraram utilizando duas armas e fugiram. O veículo foi abandonado na Rodovia Jorge Feres, no bairro Aparecidinha em Piúma. Onde deixaram o Argus branco que um deles chegou dirigindo.

Segundo informações do cabo da Polícia Militar, – PM Jailton Moraes, que estava no local onde o veículo usado no crime foi abandonado um Argo branco estava estacionado à espera dos assassinos.

“Encontramos o Ágile usado pelos assassinos, a placa está suja de sangue e existem dois projetis no veículo, um deflagrado e outro intacto, mas não mexemos no carro porque estamos aguardando que a perícia faça isso”.

Segundo o militar, o nome do homem morto era Gabriel e ele morava há cerca de três meses no bairro onde foi executado e tinha mandado de prisão em aberto por homicídio em Teixeira de Freitas, na Bahia.

As informações iniciais são de que ele teria sido vítima de execução por pelo menos dois tipos de armas de fogo e mais de um atirador, já que dois projetis diferentes foram encontrados no local.

A polícia isolou a área, acionou a perícia da Polícia Civil, investiga o caso. A Policia Civil – PC agiu rápido no caso e já prendeu em Vitória dois homens suspeitos de terem executado Baianinho. Eles estão sendo conduzidos à Delegacia de Iconha para serem autuados pelo homicídio. A mulher do homem morto também foi levada a Delegacia para prestar esclarecimentos.

O nome completo da vítima e a idade não foram divulgados. A informação extraoficial é de que Gabriel, além do homicídio, teria uma extensa ficha criminal na Bahia.

A Perícia já esteve no local e retirou o corpo para o Serviço Médico Legal – SML de Cachoeiro de Itapemirim, onde será feita a necropsia e liberado para sepultamento.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade