Governo do Estado entrega obra de reforma e ampliação da EEEFM João Bley, em Castelo/ES

A comunidade escolar de Castelo ganhou uma unidade de ensino totalmente reformada e ampliada pelo Governo do Estado. Foi inaugurada na manhã de ontem segunda-feira (10) a obra na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) João Bley, em Castelo. Foram investidos mais de R$ 6 milhões nas intervenções na unidade escolar. O governador Renato Casagrande, que é ex-aluno da escola, participou da solenidade que marca também o início do ano letivo nos municípios atingidos pelas chuvas de janeiro.

“O João Bley é a maior escola do Estado e agora tem piscina, laboratórios e salas reformadas. Estudei seis anos da minha vida nesse colégio, que é um instrumento para o nosso desenvolvimento. Tem escola com pouca estrutura e muita qualidade no ensino e escola com muita estrutura e com menor qualidade de ensino. Quem faz a escola são os alunos, professores, educadores e os pais, mas com estrutura a qualidade do ensino tende a melhorar. Só a educação consegue levar as pessoas ao mundo de oportunidades”, afirmou Casagrande.

E prosseguiu: “O João Bley é uma referência na educação pública e poder reinaugurar essa escola, onde passei boa parte da minha vida escolar, transformando-a em referência, mexe com a gente”, completou o governador, que foi acompanhado pela primeira-dama do Estado, Maria Virgínia Casagrande.

A intervenção na EEEFM João Bley contemplou a reforma e ampliação de toda unidade, que passa a contar com setor administrativo completo, 20 salas de aula, refeitório, apoio e vivência, biblioteca, auditório, laboratórios, quadra poliesportiva, piscina, campo de futebol, além de salas de ginástica e para banda. Também foi realizada a urbanização da área externa da unidade.

O secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, fez uma saudação aos estudantes e aos presentes na solenidade: “Quero fazer o registo da nossa alegria em estar aqui hoje entregando essa escola tão linda. Meu agradecimento ao DER [Departamento de Edificações e de Rodovias do Estado], pela obra de construção, reforma e ampliação dessa unidade. Desejo a vocês, um ótimo ano letivo de 2020 e que essa escola seja muito bem aproveitada”, disse.

O diretor geral do DER-ES, Luiz Cesar Maretto Coura, também comentou sobre a entrega da reforma e ampliação da unidade. “É com a sensação de dever cumprido que entregamos esta escola tão importante para a cidade de Castelo. Foi concluído um trabalho lindo de dois pavimentos e uma área total construída de mais de 9.500 metros quadrados. Cada parte do projeto foi feito com muito carinho e a equipe do DER não mediu esforços para preparar uma estrutura de qualidade para esta nova geração”, pontuou.

Estiveram presentes na cerimônia, o prefeito de Castelo, Domingos Fracarolli; o deputado federal, Evair de Melo; os deputados estaduais Coronel Alexandre Quintino e Pastor Marcos Mansur; além do diretor-presidente do Instituto Estadual de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf), Mario Louzada; vereadores e demais lideranças da região.

Ordem de Serviço

Com o objetivo de melhorar o acesso às áreas urbanas do município de Castelo, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), assinou durante a solenidade a Ordem de Serviço do Programa “Calçamento Rural”. Serão atendidas as comunidades de Jaboticabeira e Conquista, Ubá, Macuco à Santa Maria, Arapoca e Jaboticabeira. O investimento é de R$ 522,2 mil.

Foram doados ao Município um total de 10.866,00 metros quadrados de blocos intertravados do tipo holandês e mais 4.252,00 metros de meio-fio. O papel da Seag é fornecer os blocos e a Prefeitura realiza a instalação e toda a infraestrutura necessária na obra.

“O calçamento rural viabiliza mais qualidade de vida e bem-estar social aos trabalhadores e trabalhadoras do campo, o investimento significa mais dignidade para as pessoas que moram nessas localidades. Quando o calçamento chega às comunidades, a gente facilita o acesso da população rural às sedes das cidades”, disse o secretário de Agricultura, Paulo Foletto.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*