“Gente, vai morrer gente” em Piúma

Secretário de Saúde preste contas logo e Câmara, aprove o repasse antes que os profissionais da saúde abandonem o cargo e comece a morrer gente. O cargo de vossas excelências não exige presença no plenário podem fazer a sessão em home office, se atualizem!

Story da Dr. Thaynara

Anchieta, Alfredo, Iconha, Marataízes, Rio Novo e Guarapari receberam já o repasse das Prefeituras para pagarem o Consórcio de Saúde Expandida Sul o mês 5, mas, Piúma ainda não pagou, nem a competência de março toda. Sendo assim, é bem possível que os profissionais que atuam contratados pelo CIM Expandida Sul não consigam continuar no posto de trabalho. Aliás, a diretora clínica do Hospital Dr. Thaynara Oliveira já colocou o cargo à disposição e o RT Robson – enfermeiro, coordenador de equipe saíram. Os dois profissionais não entregaram os cargos só por conta do pagamento, a falta de autonomia, somada a perseguição política, segundo eles o fizeram desistir. Tudo isto em plena pandemia de coronavírus com os casos que não param de chegar.

Story da Dr. Thaynara

A Câmara pede que a Secretaria de Saúde detalhe como gastou o recurso do Consórcio para então liberar mais uma parcela. A Secretaria informou que protocolizou o relatório desde abril… E para esta prestação de contas não precisa de aprovação de Conselho Municipal da Saúde, segundo me informei, e aproveito para pedir desculpas aos vereadores, uma vez que, afirmei em um artigo nesta semana que eles estão criando dificuldade. Fato é que muitos vereadores aproveitam a desgraça alheia para se aparecer e confundir a população em algumas circunstâncias.

Story da Dr. Thaynara

Convém ressaltar que o dinheiro para ser usado pelo Consórcio de Saúde está previsto no orçamento que é aprovado no ano anterior, porém, este recurso é do município e ao ser repassado precisa de aprovação dos vereadores, mas para isso é preciso ter sessão. E, esta semana não houve quórum, ou seja, apenas dois vereadores foram a Casa de Leis.

A informação que recebi é que o secretário tem de fazer a prestação e eu também defendo este ato, afinal de contas, queremos e merecemos saber como foi gasto UM MILHÃO E MEIO dos R$3.100 milhões que a Casa de Leis autorizou para gastar neste ano de 2020.

Merecemos saber sim e a Casa de Leis tem de cobrar, até porque o Consórcio perdeu um pouco da sua finalidade de quando foi instituído aos municípios. Inicialmente era para contratar empresas que pudessem ofertar médicos plantonistas aos prontos-socorros hospitalares e especialidades, mas de um tempo pra cá contratam-se ambulância, exames diversos, fisioterapeuta, radiologistas, técnicos e enfermeiros entre outros e com isso não se faz concurso público e nem Contratação por Designação Temporária.

Também não vejo nada demais em prestar estas contas, aliás, tem de prestar sim e uma prestação é simples, é só dizer o que pagou e o que foi gasto, seja com aluguel ou serviço. Apenas isso.  

O que ainda não compreendemos é por que a Câmara de Piúma ainda não se adaptou para a linguagem virtual, ou seja, ganhou um programa, contudo, está atrasada, os trabalhos poderiam continuar cada um na sua casa. A palavra do momento é HOME OFFICE, senhores!

Vamos resolver o impasse Secretário e Câmara, ou vamos sacrificar mais os profissionais que estão de cara na reta e sem poder receber os seus salários… Gente, vai morrer gente!  

Ah, podem parar de dizer por aí nobres edis que eu estou defendendo a categoria porque sou pré-candidata, sempre defendi, sempre fui para ruas. Já defendi Beto Kauê, os artistas de Piúma, os garis, os professores – lembram-se da secretária de Educação flagrada no salão de beleza em horário de expediente? Lembram-se da Kombi da Fiscalização com os fiscais da Prefeitura fazendo churrasco na Cachoeira de Baixo Pongal com produtos apreendidos no verão? Sempre atendi aos moradores, jornalismo sem porrada é assessoria. Olhem minha trajetória, compare a de outros profissionais de imprensa, vejam quem vai ao acidente, a delegacia, as enchentes, fura pneu do carro na lama, descobre empresa de fachada no meio do nada, corre perigo, denuncia, toma processo, é expulsa de fórum, ameaçada por policiais, toma carreira de estuprador, cai em cima de cadáver no rio, sobe em árvore atrás da Delegacia da Polícia Federal para fazer flagrante, passa noite em puteiro para revelar um crime, é xingada de fdp e muito mais…Pensa que eu não sei que querem que eu pegue o coronavírus e morra?

Foto: Divulgação

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*