Publicidade

Fiscalização ambiental e PM apreendem vários aparelhos sonoros em Piúma e multam quem desrespeita o decreto do silêncio

Vários equipamentos já foram apreendidos e diversas pessoas foram multadas

A Secretaria de Meio Ambiente de Piúma, através da fiscalização ambiental em ação conjunta com a Polícia Militar, vem realizando desde dezembro rondas intensivas contra a poluição sonora na Cidade de Conchas. Algumas apreensões já foram realizadas por pessoas que insistem em infringir a legislação.

De acordo com a secretaria de Meio Ambientem, Sofia Nogueira, o Decreto 2.367/2021 proíbe a permanência de amplificadores de som de quaisquer tipos ou tamanho em logradouros públicos, bem como reforça a proibição de carros automotores com amplificadores de som ligados.

E, para quem descumprir a legislação vigente, assegura a secretária, a multa é de R$2.240,00 com apreensão da fonte causadora de ruídos. Até o momento já foram apreendidos diversos equipamentos sonoros.

“A coibição a poluição sonora tem o intuito de manter o sossego e respeitar o direito de todos os munícipes e turistas que frequentam Piúma’, frisou Sofia.

Além do atendimento diário às denúncias recebidas, a fiscalização também atua na conscientização de proprietários de bares, restaurantes, quiosques e casas de festas, além de também atender denúncias em residências.

Fotos: PMP

“Importante ressaltar que um direito encerra quando adentra no direito do outro. Poluição sonora incomoda e é CRIME! Quem não quiser perder seus amplificadores ou ter que pagar uma multa “salgada” para recupera-lo deixe o em casa”!, enfatizou.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade