FINDES: CRIS SAMORINI ASSUME A PRESIDÊNCIA

Ao completar 62 anos de contribuições para o Espírito Santo, a Findes vive um momento histórico com a posse da Gestão 2020-2023: como presidente do próximo triênio, Cris Samorini se torna a primeira mulher a assumir a liderança máxima da Federação das Indústrias do Espírito Santo.

A cerimônia de posse do novo Conselho de Administração da Federação foi realizada na tarde desta última quarta-feira (26) e teve participação do presidente da Confederação Nacional da Indústria, Robson Braga de Andrade, do governador Renato Casagrande, entre outras autoridades nacionais e estaduais.

Em seu primeiro pronunciamento como presidente da Findes, a industrial Cris Samorini, destacou que tem plena convicção de que o Espírito Santo estará, muito em breve, entre os estados de referência do país. “Temos equilíbrio fiscal, material humano, ótimas universidades e empresas conscientes de seu papel na sociedade, todos os insumos necessários para seguir avançando e construindo as bases de uma economia cada vez mais sólida e uma indústria mais produtiva, inovadora e competitiva”, ressaltou Cris.

Segundo a presidente, a Findes, seguirá sempre em defesa do desenvolvimento socioeconômico do Espírito Santo. “Foi assim na década de 70 e assim será pelas próximas décadas”, complementou.

O ex-presidente da Findes, Léo de Castro, lembrou de importantes conquistas alcançadas pela Federação ao longo dos últimos três anos.  “Conseguimos colocar em pauta no debate estadual, na agenda da indústria e da sociedade capixaba, temas como produtividade, competitividade, a importância da infraestrutura, a melhoria do ambiente de negócios e a inovação como vetor de crescimento. Cumprimos a nossa agenda buscando sempre o diálogo e a convergência de interesses e de propósitos com o poder público e a sociedade, em todas as esferas: Executivo, Legislativo e o Judiciário”, disse Léo.

Segundo ele, a Findes recuperou o seu papel histórico de formuladora de políticas de desenvolvimento para o Espírito Santo. “Buscamos ser um agente de propostas e de mudanças, apontando caminhos baseados em fatos e dados, usando por exemplo o estudo 2035, do Ideies”, complementou.

Em seu discurso, Casagrande abordou a parceria do Governo do Estado com a Findes para a geração de oportunidades aos capixabas. “Estamos encerrando um mandato exitoso que o Léo de Castro liderou. Sabemos do compromisso da Cris e ser a primeira mulher a presidir a Findes quebra paradigmas e mostra que as mulheres são capazes de assumir qualquer papel. A Cris é pé quente, pois hoje tivemos o anúncio da renovação da outorga da estrada de ferro Vitória-Minas até Anchieta e a aprovação da urgência da Lei do Gás. O Governo do Estado trabalhará 100% ao lado da Findes”, afirmou.

Para o governador, o atual momento exige a união de todos em prol da sociedade. “É um momento duro para a gente viver, para governar e você irá enfrentar dificuldades. Se não tivermos indústria forte, não temos economia forte. Vamos trabalhar juntos para superar esse momento e gerar oportunidades aos capixabas”, enfatizou.

Leia na íntegra o discurso de posse da presidente da Findes Cris Samorini

Conheça o Conselho de Administração da Federação, que foi empossado ontem:

Presidente: Cristhine Samorini

Natural de Vitória, é graduada em Administração de Empresas e tem MBA em Gestão de Negócios e Marketing. Diretora comercial e acionista da Grafitusa S/A, é presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado do Espírito Santo, Siges, da Associação Brasileira da Indústria Gráfica, Abigraf/ES, e presidente licenciada do Centro da Indústria Capixaba, Cindes.

Primeiro vice-presidente: Paulo Alexandre Gallis Pereira Baraona

Vice-presidente administrativo: Eduardo Dalla Mura do Carmo

Vice-presidente financeiro: Fernando Otávio Campos da Silva

Conselheiro vice-presidente: Luiz Carlos Azevedo de Almeida

Conselheiro vice-presidente: Manoel de Souza Pimenta Neto

Conselheiro vice-presidente: Paulo Roberto Almeida Vieira

Conselheiro vice-presidente: Tales Pena Machado

Conselheiro vice-presidente: Wellington Simões Villaschi Filho

Conselheiros independentes: Rafael Lucchesi e Pablo Francisco Gimenez Machado

Representantes junto à Confederação Nacional das Indústrias (CNI)

Delegada titular junto à CNI: Cristhine Samorini

Natural de Vitória, é graduada em Administração de Empresas e tem MBA em Gestão de Negócios e Marketing. Diretora comercial e acionista da Grafitusa S/A, é presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado do Espírito Santo, Siges, da Associação Brasileira da Indústria Gráfica, Abigraf/ES, e presidente licenciada do Centro da Indústria Capixaba, Cindes.

Delegado titular junto à CNI: Léo de Castro

Delegado suplente junto à CNI: Luis Soares Cordeiro

Delegado suplente junto à CNI: Luiz Rigoni

Conselho Fiscal

Conselheira fiscal titular: Alexandra Machado Gomes

Natural de Vitória, é diretora da Ibrata Mineração Ltda e presidente do Sindicato da Indústria de Extração de Pedreiras e Areia do Estado do Espírito Santo, Sindipedreiras.

Conselheiro fiscal titular: Edvaldo Silveira Patez Júnior

Conselheira fiscal titular: Zilma Bauer Gomes

Conselheiro fiscal suplente: Humberto Ferreira Martins

Conselheiro fiscal suplente: Renato Bragança Domingues

Conselheiro fiscal suplente: Ricardo Zupeli de Paulo

Novo Estatuto

O Conselho de Administração da Federação foi eleito com base no novo estatuto, aprovado em agosto de 2019. O grande objetivo das mudanças é a modernização, tornando a instituição mais transparente e com uma gestão participativa.

O modelo de governança agora é adequado à natureza privada da instituição, adotando as melhores práticas que são recomendadas pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. Além disso, entre as alterações, o Conselho de representantes passa a ser a Assembleia Geral.

O novo modelo de governança prevê um Conselho de Administração com 11 membros, sendo dois deles conselheiros independentes. Os conselheiros independentes têm a função de proporcionar um monitoramento da estratégia e um olhar externo à instituição.

Também foi criado um Comitê de Finanças, que assessora o Conselho de Administração e está integrado aos Órgãos de Assessoramento da Federação. Outra mudança é que a Diretoria Executiva passa a ser composta por executivos contratados e que já fazem parte do Sistema.

Por Cinthia Pimentel

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*