Executado de joelhos com tiro na nuca no Pontal em Marataízes/ES

Homem é executado a tiros e Polícia encontra 10 kg de maconha no local do crime, em Marataízes

POR: Tiago Rocha

Um homem de 24 anos, identificado pelo nome de Thaylan Fernandes, mais conhecido como Marinheiro, foi executado na noite desta terça-feira, (19) na comunidade de Pontal, no município de Marataízes. A execução aconteceu por volta das 19 horas nas proximidades de uma área de restinga.

Segundo informações da Polícia Civil (PC), próximo ao copo do homem foi encontrado uma mochila com 10 quilos de maconha. O crime, foi testemunhado por um homem que havia ido fazer suas necessidades fisiológicas na restinga, por não ter banheiro em casa.

A PC relata que a testemunha viu quando dois homens desconhecido colocaram a vítima de joelhos e a executaram com tiros. Thaylan morreu no local. Os executores perceberam que estavam sendo observados e efetuaram vários disparos contra a testemunha, que conseguiu escapar correndo para dentro da restinga, onde se escondeu dos criminosos.

Depois que percebeu que os assassinos foram embora, a testemunha, que conhecia a vítima,  avisou a família de Marinheiro sobre o homicídio. O homem que presenciou o crime levou um tiro de raspão no braço e sofreu diversas escoriações no corpo devido aos ferimentos provocados pela vegetação de restinga. Ele foi socorrido para o Hospital Santa Helena (Evangélico Litoral Sul).

Ao chegarem no local, os familiares identificaram o corpo de Thaylan e ligaram imediatamente para a Polícia Militar (PM). A Perícia da Polícia Civil foi acionada e em informação preliminar, identificou que o homem foi alvejado com tiros na região da rosto, que atravessou a crânio e saiu pela nuca. Mas a polícia está aguardando o laudo conclusivo do Departamento Médico Legal – DML.

A PM fez buscas, mas até o momento, ninguém foi identificado e detido pelo crime, que continuará sendo investigado pela Polícia Civil.

fonte: Portal DaHora ES

Compartilhe nas redes sociais

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*