Publicidade

EM CANA: 10 suspeitos de sete homicídios cometidos este ano em Anchieta já estão presos

A polícia Civil em Anchieta já colocou atrás das grades 10 homens acusados de sete homicídios. Faltam apenas dois assassinatos serem concluídas as investigações.

Dra. Maria da Glória Pessoti afirmou que mais de 90% dos homicídios cometidos este ano já foram elucidados

Um trabalho espetacular vem sendo realizado pela Delegacia de Polícia Civil de Anchieta com o apoio da Polícia Militar – PM. O comando das investigações é da delegada Maria Glória Pessotti e dr. Luiz Carlos Claret Pascol que estão debruçados sobre os inquéritos e já colocaram na cadeia 10 suspeitos de participação em sete dos nove homicídios cometidos neste ano de 2021.

Dr. Pascoal confirmouque apenas dois homicidios cometidos neste ano faltam ser concluídos os inquéritos, mas já estão bem adiantados. O trabalho não para

Os trabalhos não param, a equipe de investigadores é pequena para tantos crimes que envolvem desde furto, estupro de vulneráveis, violência doméstica, tráfico e homicídios.

Entretanto, convém frisar que apenas dois assassinatos dos nove cometidos este ano em Anchieta faltam ser elucidados completamente e estão em investigação. Um deles cometido contra o técnico de enfermagem, Fabiano Ferreira Batista, residente no bairro Nova Anchieta, morto no dia 17 de janeiro na garagem de sua casa, quando retornava de mais um plantão no PA de Marataízes.

Fabiano foi assassinado quando chegava em casa

Segundo a delegada que cuida deste caso, dra. Maria da Glória Pessoti este crime já está praticamente elucidado, todas as pistas levam a um crime de mando. O motivo infidelidade conjugal. O técnico de enfermagem estaria mantendo um caso amoroso com uma mulher casada de Itapemirim.

O inquérito está em vias de ser concluído, a polícia já chegou até o veículo usado no crime sabe quem teria mandado matar Fabiano.

O outro assassinato que continua em investigação é contra Adilson Ferreira Júnior, 30 anos, ocorrido na noite do dia 26 de janeiro, na Praia de Parati.

A PC apreendeu alguns revólveres calibre 38 e os enviou para a perícia, após o laudo, a delegada acredita que pode chegar a autoria deste homicídio.

10 presos por sete crimes

Herval Cetto – Justiça

O homicídio ocorrido no dia 24 de janeiro contra o vigilante Herval Cetto, 46, anos assassinado a facadas na porta de casa, quando chegava do trabalho, o autor é apontado como D. A da M, preso em flagrante e se encontra detido, a disposição da justiça.

Graciano Carvalho – Nova Jerusalém

Também está na cadeia M. C. F. S que confessou ter assassinado o guardador de carros, Graciano Carvalho, no dia 02 de março, a facadas na calçada, próxima a residência que morava, no bairro Nova Jerusalém.

O autor do crime se entregou na Delegacia, confessou o assassinato e foi solto. No mesmo dia, gravou um vídeo afirmando que matou e matava novamente se fosse provocado dentro da casa dele. A delegada de Anchieta pediu a prisão do M e a justiça expediu.

João Victor – Nova Anchieta

No dia 12 de abril, o adolescente João Victor Coutinho, 17 anos, foi assassinado a tiros, no bairro Nova Anchieta. A Polícia Civil também prendeu o suspeito de ter cometido o crime, R.G.F.

Mãe e filho: Simone e Matheus – Nova Jerusalém

Na madrugada do dia 20 de abril, Simone Oliveira Paulino, 42 anos, foi assassinada junto com o filho, o adolescente Matheus Oliveira Paulino, 13 anos embaixo da cama, no bairro Nova Jerusalém, em Anchieta.

Os responsáveis pelos homicídios de Simone e Matheus estão detidos a disposição da Justiça.   São quatro homens acusados: L. M. de A, E.P.C, E.L.S foram detidos com mandados de prisão. E nesta sexta-feira, 02, o motorista  quem conduziu o veículo até o local do crime M. da S. S foi preso por participação.

Maria da Conceição – Benevente

No dia 01 de junho a servidora pública, Maria da Conceição Cardoso foi assassinada a facadas, de camisola, no colchão, na sala em casa, no bairro Benevente, em Anchieta. Por este crime M. P.B de A acabou preso.

Thales Araújo – Chapada do A

Cumprindo mandado de prisão em desfavor de  A.R.S e E.N.V a Polícia Militar prendeu sábado, 03, os dois homens na casa da mãe de um deles, acusados de assassinarem, no dia 09 de junho, em uma matinha, na localidade de Chapada do A em Anchieta, Thales Araújo Fernandes Silva.

Os dois homens A.R.S e E.N.V tentaram se esconder dos policiais, mas acabaram detidos após cumprimento de mandado de prisão temporária deferidos contra eles.

O motivo do crime, segundo o delegado, Luiz Carlos Claret Pascoal teria sido ciúmes. E é primo da esposa de Thales, Jossenilda Victor e estaria mantendo um relacionamento amoroso com ela, mas, sentiu ciúmes dela com a vítima e resolveu mata-lo, segundo confissão ao delegado, com ajuda de A. Os dois estão presos com mandado de prisão temporária.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade