Educação étnico-racial é tema de palestra para professores da rede municipal

Atividade será ministrada pela pesquisadora Sara Passabon Amorim

Nesta quarta-feira (18), no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Seme), no bairro Independência, em Cachoeiro, acontecerá uma palestra com a pesquisadora Sara Passabon Amorim. O evento, que começará às 19h, faz parte do curso “Educação Étnico-Racial: Desafios para o campo do currículo em tempos pós”, ofertado pela Seme desde abril a professores da rede pública municipal de ensino e para público inscrito.

Os participantes terão a oportunidade de aprender sobre a cultura e historicidade da cultura negra capixaba, cujas temáticas serão abordadas pela professora Sara Amorim. Sua fala tem como base o livro, de sua autoria, “A performance bantu do Caxambu: entre a ancestralidade e a contemporaneidade”, que traz reflexões sobre performances do Caxambu (dança de origem africana), a partir de hábitos e costumes em comunidades quilombolas do sul do Espirito Santo.

A palestrante, que tem doutorado sobre as práticas performativas do Caxambu em comunidades de Afrodescendentes no sul do Espírito Santo, pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio), ressalta a importância do desenvolvimento de diálogos e debates sobre a temática, em especial, na área escolar.

“Sinto-me privilegiada em participar de um encontro no campo da educação básica, em que se pretende discutir o tema da intolerância a religiões afro-brasileiras. Minhas expectativas são as melhores, desejando potência de transformação a todos presentes, diante desse tema, tão importante, mas ainda considerado banal e tabu no meio educacional”, pontua Sara Amorim.

“Consideramos que essa discussão é necessária e precisa ser contínua na esfera da formação de professores. É uma pauta que qualifica o entendimento histórico e cultural do Brasil”, avalia a secretária de Educação de Cachoeiro, Cristina Lens.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*