Dois trabalhadores são eletrocutados em Iconha e morrem na hora

Maurício é da cidade de Maontalvania/MG estava trabalhando em Iconha

Dois trabalhadores que atuam na empresa APL Engenharia contratada pelo DER para reconstruir a ponte que dá acesso a comunidade de Laranjeiras em Iconha morreram eletrocutados enquanto faziam sondagem do solo

Davidson Bezerra Soares, 24 anos, da cidade de Montes Claros/MG

Uma descarga elétrica de 13.800 mil volts pôs fim a vida de Davidson Bezerra Soares, 24 anos, da cidade de Montes Claros/MG e Maurício Gabriel Mariano da Silva, 26 anos, natural da cidade de Montalvania também Minas Gerais, na manhã desta terça-feira, 25 de carnaval, em Iconha.

A descarga elétrica fez o fogo pegar até o tronco de madeira no chão

Os dois jovens trabalhavam na sondagem do solo próximo a uma ponte que caiu na enchente do dia 17, na Rua Antônio Maurício Pinto, na chegada de Iconha, ao lado da Loja Rei das Tintas, antigo Ranchos Queijos.

Os trabalhadores fazia a sondagem do lençol freático para construção da ponte

De acordo com um homem que estava próximo ao local e viu a hora exata da morte dos trabalhadores, Davidson e Maurício estavam utilizando uma barra de ferro de aproximadamente 10 metros quando esta balançou para o lado e tocou na fiação e eles acabaram morrendo. “Foi tudo muito rápido eu vi fogo, achei que o caminhão iria explodir, ouvi gritos e os rapazes sendo queimados vivos. Não deu tempo de fazer nada, de repente, eles caíram mortos. Eu liguei para a Polícia que chegou rápido, logo vieram ambulâncias e o Corpo de Bombeiros, mas eles não resistiram”, contou um homem que não se identificou.  

A empresa responsável pela obra é contratada pelo DER

A barra de ferro estava sendo usada para perfurar o chão, para sondar a profundidade do lençol freático para a construção da base da ponte que dá acesso a comunidade de Laranjeiras. Ponte esta levada pela enchente. Sem que percebessem, Davidsom e Maurício com as mãos na barra de ferro levaram a descarga elétrica quando a mesma esbarrou na fiação de alta tensão.

A barra de ferro foi colocada na alavanca e acabou esbarrando na fiação de alta tensão

Segundo informações de uma testemunha, a barra de ferro deveria ser montada em partes e também desmontada em pedaços, mas os rapazes manusearam-na inteira e na hora de retirarem do solo, a mesma pendeu para o lado causando o acidente fatal.

o ferro da estrutura foi derretido pela alta temperatura

A moradora da rua Maria Isabel Rigo contou à Reportagem que na noite desta segunda-feira, 24 foi ver a ponte que provisoriamente foi construída de madeira e havia avistado os jovens de dia, não sabia que hoje eles estavam trabalhando, em pleno feriado. Ela contou que ouviu um barulho grande na hora do acidente, alguém da casa chegou a dizer que um pássaro havia se chocado no transformador de energia e de repente ela viu a movimentação na rua. “Uma tristeza muito grande, eles vieram aqui para construir a ponte para a cidade e de repente aconteceu esta tragédia. Foi triste porque eles estavam aqui tentando ajudar as pessoas para ter o acesso para passar e acabaram morrendo eletrocutados. Estava dentro de casa de repente ouvi o transformador e um barulhão, quando sai para fora vi o caminhão que eles estavam trabalhando estava pegando fogo perto e eles estavam pegando fogo também, gritaram e caíram. Muito triste, estamos muito sentidos”, disse Maria Isabel.   

A ponte foi levada pela enchente em janeiro

A EDP esteve no local isolou a área para que pessoas não se aproximem, mas a energia não foi comprometida. A empresa que está realizando o serviço é contratada do Departamento de Estrada e Rodagens – DER do Espírito Santo. O DRE se comprometeu com Iconha e construir 11 das 32 pontes que ficaram destruídas na enchente do dia 17.  

O local onde ocorreu o acidente foi periciado e os corpos encaminhados para o Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim, onde serão necropsiados e liberados para sepultamento.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*