Publicidade

Deputada Norma Ayub denuncia em Brasília maus tratos no abrigo clandestino em Itaipava e pede audiência pública

Entre os participantes da Audiência Pública a jornalista Luciana Maximo quem deu o furo de reportagem. Ela vai falar do que testemunhou ao entrar no Centro de Acolhimento

Deputada Norma tem requerimento aprovado por unanimidde

A deputada federal Norma Ayub levou para Brasília o caso do Centro de Acolhimento Mãos Estendidas que funcionava clandestinamente e foi interditado pela Polícia Civil – PC, no último dia 17 de junho, no distrito de Itaipava, em Itapemirim, no Espírito Santo. A parlamentar solicitou nesta quinta-feira, 24, à Comissão dos Direitos da Pessoa Idosa a realização de uma Audiência Pública para debater os maus-tratos e a violência que ocorrem nessas instituições. Nesta quarta, Norma também se pronunciou na sessão plenária, na Câmara dos Deputados, sobre o assunto.

Demonstrando muita indignação, a deputada relatou aos demais parlamentares a situação de maus tratos aos idosos no abrigo clandestino denominado “Missão Mãos Estendidas”, e teve seu requerimento da Audiência Pública aprovado por unanimidade, inclusive com várias subscrições de outros parlamentares, que também se indignaram com o caso.

“Esse tipo de atividade criminosa deve estar acontecendo em todo Brasil. Não podemos permitir que isso continue, por isso essa audiência pública é tão importante, porque vai nos ajudar a solucionar casos como este que estava acontecendo aqui, no distrito de Itaipava”, explicou Norma.

De acordo com o requerimento da deputada, serão convidados para participar da audiência o Delegado de Polícia Civil de Itapemirim-ES, Dr. Djalma Pereira Lemos, testemunhas, entre estas a jornalista Luciana Maximo que fez ao vivo transmissões pelas redes sociais e gestores públicos diretamente relacionados às prestações de serviços na área da saúde e assistência social.

“Precisamos apurar tudo com muito cuidado e detalhe. Todos os responsáveis precisam pagar por essas atrocidades”, reafirmou a deputada.

A Audiência Pública, que ocorrerá de forma virtual, agora começa a ser organizada e em breve terá sua data divulgada para que todos os interessados possam acompanhar e, inclusive, participar com comentários e perguntas.

A Audiência Pública ocorrerá de forma virtual pela Comissão do Idoso, no dia 01 de julho, às 14 horas. Todos os interessados podem acompanhar e, inclusive, participar com comentários e perguntas.

UM HISTÓRICO NA LUTA PELOS DIREITOS DOS IDOSOS

A deputada Norma Ayub tem um longo histórico na luta pelos direitos dos idosos. Ela começou o seu trabalho de forma voluntária em Cachoeiro e, depois, como secretária de Assistência Social, desenvolveu diversos projetos que promoveram qualidade de vida aos idosos carentes do município, com destaque a campanha “Adote um velhinho”.

No passado, já na condição de Secretária de Assistência Social, teve oportunidade de descobrir um asilo em Cachoeiro que praticava maus-tratos aos idosos. “Conseguimos fechar esse asilo e levar os idosos para outra instituição. Fui até o fim para responsabilizar todos que causaram qualquer dano aos idosos naquela época, e agora não será diferente”, finalizou a deputada

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade