Publicidade

Depois de andar a noite no meio do bananal, Nerli chega a Vargem Alta com pés muito machucados

“Ele andou muuuuuuito procurando ajuda, mas hoje de manhã conseguiu”, disse a esposa, Maria Luiza.

A família está junta de novo para a felicidade da esposa e dos parentes de Nerli

São e salvo, o agente de portaria, Nerli de Andrade Nunes, 36 anos, conseguiu chegar a Vargem Alta vivo, na manhã desta segunda-feira, 19, com os pés muito machucados depois de ter sido assaltado em Anchieta, ter percorrido por Alfredo Chaves até Duas Barras, interior de Iconha, onde foi deixado pelo bandido, com a ordem de correr por dentro do bananal.  

O desespero da família só encerrou na manhã desta segunda, quando receberam a noticia de que Nerli estava em Vargem Alta. “Realmente não dormirmos a noite. Muitos amigos e parentes saíram para procurá-lo durante a noite nas matas. Eu quero agradecer a todos que nos ajudaram! Muitas pessoas compartilharam a notícia em suas redes sociais, oraram por ele e ajudaram nas buscas. Sou imensamente grata”! Agradeceu a esposa Maria Luiza Lopes Gamas Nunes.

O veiculo foi abandonado em Duas Barras em Iconha

Maria Luiza relatou ao Jornal que o esposo andou de Duas Barras a Vargem Alta perdido no meio do bananal, a pé e descalço.  

Na tarde deste domingo, 18, quando Nerli passava pela Unidade de Tratamento de Gás – UTG em Anchieta, depois da curva, um bandido armado o parou, apontou a arma para o volante e o mandou encostar e, ele o obedeceu.

Nerli no volante e o bandido no carona passaram por dentro de Alfredo Chaves, rodaram tudo e desceram em Iconha no bananal. Quando chegou no bananal, o criminoso mandou Nerli encostar e deu ordem para ele sumir pelo bananal, sem alternativas, ele começou a correr. Correu, correu correu e começou a subir, ele subiu até Vargem Alta no escuro.

Mesmo com os pés muito machucado, Nerli está bem depois de passar por momentos difíceis e angustiantes.

Aliviado o irmão de Neli postou nas redes sociais.  “Gente, meu irmão foi encontrado em Vargem Alta, está machucado, mas pela graça de Deus ele está vivo…Deus nos ouve!”.

O desaparecimento

Nerli de Andrade Nunes estava desaparecido desde domingo (18) a tarde, quando deixou a comunidade de Recanto do Sol em Anchieta em um Pálio vermelho placa ODC5127 e seguiu para a comunidade de Chapada do A, no mesmo município para buscar uma bolsa na casa de uma irmã.

O veículo foi encontrado abandonado em Duas Barras interior de Iconha com todos os pertences.  Uma sandália de Nerli foi encontrada perto do carro. Os amigos e moradores da comunidade fizeram buscas até tarde da noite.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *