DE OLHO: “a cerveja mais barata é a Itaipava Prêmio”, afirma garçom a duas professoras em Iriri.

Alguns comerciantes estão cometendo crimes sem se preocupar com uma ação, tratar o cliente com preconceito pode gerar um processo na justiça

Um restaurante de Iriri, localizado em uma praia muito cobiçada atendeu a duas professoras nesta semana com desdenho e de forma preconceituosa. As julgou pela “cara” achando serem economicamente desfavorecidas e que, talvez, não tivessem dinheiro para pagar uma cerveja de R$10.00 ou R$9.00. Foi infeliz o garçom que, ao ser perguntado qual cerveja tinha o estabelecimento, foi enfático: A MAIS BARATA É A ITAIPAVA PRÊMIO!
Depois de levar a cerveja, esqueceu a mesa, não mais voltou. A porção que serviu, a carne do pastel estava passada, e na hora de pagar a conta, não foi até a mesa receber dizendo que a máquina do cartão não podia ser atingida com areia. E se elas fossem pagar no dinheiro? Um descaso!
É bom que fique claro o Jornal vai marcar em cima. Já entrou com contato com o PROCON de Anchieta e exige uma atuação imediata em relação a este e outros que estão infringindo o Código de Defesa do Consumidor.

Duas professoras que recebem ao menos R$8 mil por mês serem tratadas com total descaso. E se fossem qualquer outra pessoa, deveriam ser respeitadas.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*