Criança raptada no ES estava em local inadequado e com falta de higiene; diz delegada

A polícia capixaba embarcou com a mãe do bebê nesta manhã. A previsão é que mãe e filho voltem ao estado ainda nesta quarta-feira (1).

 

Foi em um ambiente de condições inadequadas, que a criança de 10 meses, raptada pelo o próprio pai em Santa Maria de Jetibá, no interior do Espírito Santo, foi encontrada pela polícia paulista, no fim da tarde de terça-feira (30), em São Paulo. Há 12 dias a mãe da criança não tinha informações do paradeiro do filho.

O pai, Rodrigo Carvalho Pinto, acabou preso após ser localizado junto com a criança, dentro de um imóvel alugado na região de São Paulo. Segundo a polícia, apesar do local inadequado, o bebê não tinha sinais de maus-tratos.

“Apesar da falta de higiene, do local inadequado, a criança felizmente não tinha lesões. No entanto, ela estava bem cuidada e era alimentada. No momento da abordagem ela chorava muito”, relatou a delegada que cuida do caso.

O fim dessa história triste acabou no final da tarde de terça-feira (30) quando pai e filho foram localizados pela polícia de São Paulo. De acordo com o delegado geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, o desfecho deste crime contou com a ajuda do delegado da DPCA do Espirito Santo, que através de algumas ações, conseguiu fazer um levantamento de um possível local onde o suspeito poderia estar em São Paulo.

“Em contato com a polícia paulista, foi feito uma nova diligência e por fim, o pai foi capturado e felizmente o bebê poderá ser entregue a mãe”, explicou a delegada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*