Consumo consciente da água é importante aliado durante a pandemia do coronavírus

Diante da pandemia do Covid-19, os cuidados com a limpeza e a higiene pessoal devem ser redobrados. Mas essa atenção necessária com a higiene pode resultar no aumento do consumo de água em níveis maiores que os habituais, comprometendo o controle orçamentário das famílias e colocando em alerta o gerenciamento do sistema de abastecimento de água da cidade.

O diretor da BRK Ambiental em Cachoeiro de Itapemirim, Bruno Ravaglia, enfatiza que, neste momento, é prudente que as famílias adotem pequenas mudanças de hábitos para evitar o desperdício de água. “Atitudes simples podem contribuir para que continuemos seguros quanto ao abastecimento de água, além de auxiliar para que não ocorra um descontrole do orçamento das próprias famílias”, recomenda o diretor da BRK Ambiental em Cachoeiro.

Bruno Ravaglia acrescenta ainda que o consumo consciente da água também é uma questão ambiental, já que o produto é um dos recursos naturais mais importantes para garantir a sobrevivência humana. “A água nem sempre recebe o valor que deveria. Com a pandemia da Covid-19, a sociedade tem observado com mais atenção o quanto esse recurso é essencial para a nossa saúde e qualidade de vida. Na BRK Ambiental, mantemos nosso compromisso de assegurar a água tratada de qualidade para a população, mas também reconhecemos o nosso papel de orientar quanto ao consumo consciente”, finalizou o diretor.

Para estimular a redução do consumo de água no dia a dia, a concessionária selecionou uma série de recomendações para a população. Confira a seguir:

Cronometre o banho

Uma ducha de 15 minutos com o registro aberto gasta, em média, 135 litros de água. Já um banho de 5 minutos, com a torneira fechada enquanto se ensaboa, diminui a média de consumo para 45 litros. O ideal é optar por banhos rápidos, que durem o tempo necessário para fazer a higienização do corpo. Além disso, para potencializar a economia, desligue o chuveiro ao lavar os cabelos e ao se ensaboar.

Desligue a torneira

Ao escovar os dentes, lavar o rosto ou as mãos com a torneira aberta, uma pessoa pode gastar cerca de 12 litros de água. Por isso, a dica é fechar bem as torneiras sempre que não estiver usando a água, por exemplo, enquanto escova os dentes ou ensaboa as mãos.

Ensaboe a louça de uma só vez

Antes de lavar a louça, retire as sobras de comida com o apoio de um guardanapo ou toalha de papel e ensaboe todas de uma só vez, com a torneira fechada. Depois, faça o enxágue. Outra sugestão é lavar os utensílios menos engordurados primeiro. Assim, a gordura não se espalha para os demais itens.

Limite o uso da máquina de lavar

Quando possível, utilize a máquina de lavar roupas na capacidade máxima e em ciclos completos de lavagem. Para isso, acumule mais roupas para lavar tudo de uma vez. Além disso, alguns eletrodomésticos mais modernos oferecem um modo econômico, capaz de gastar até 30% menos água e energia.

Reaproveite a água da máquina de lavar

A água utilizada na máquina de lavar costuma ser descartada pelo ralo. No entanto, por conter apenas resíduos de sabão, na maioria dos casos, ela pode ser reaproveitada para lavar pisos e quintal.

Não lave calçadas com mangueiras

Lavar a calçada com mangueira pode representar um gasto de 120 litros de água. Prefira usar a vassoura para fazer a limpeza.

Feche bem as torneiras

Uma torneira vazando pode desperdiçar até 40 litros de água por dia. Se perceber esse problema, é fundamental realizar a troca ou o conserto. Se a resolução for demorar alguns dias, não deixe de recolher a água para que seja possível reutilizá-la.

Lave o carro com baldes

Não use a mangueira para lavar o carro: opte por baldes. Outra forma de economizar é a ecolavagem, que deixa o veículo limpo e protegido com menos de um litro de água. Basta ter dois panos de microfibra, um shampoo especial para lavagem e um borrifador com 400 ml de água.

Se possível, implemente a descarga com válvula de duplo acionamento

Já existem sistemas desenvolvidos para liberar água da descarga de acordo com a necessidade, um exemplo é a válvula de duplo acionamento. O sistema pode ser instalado em descargas de parede ou em caixas acopladas.

Verifique e corrija vazamentos

Infiltrações e vazamentos podem acontecer sem que você perceba e representar um elevado desperdício de água – além de dar um susto na conta que chega no final do mês. Goteiras e manchas na parede são indícios que aparecem quando problemas maiores já se instalaram há mais tempo. Outros sinais são mofo, pintura com bolhas, pintura com aspecto umedecido e bolor.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*