CENTRO DE MEMÓRIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESPÍRITO SANTO É REABERTO AO PÚBLICO

Cerca de 30 estudantes que participaram do projeto Visita Monitorada foram os primeiros convidados do novo espaço, fundado em 2015 com o objetivo de preservar a história do Poder Judiciário Estadual

O Centro de Memória do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), que estava fechado desde o mês de dezembro do último ano para receber melhorias, reabriu suas portas nessa última quinta-feira (05), com a visita especial de um grupo de aproximadamente 30 estudantes de Direito da Faculdade Castelo Branco, de Colatina, que participaram do Projeto Visita Monitorada.

O professor de Teoria Geral do Processo, Gilberto Bergamini Vieira, que acompanhou os alunos durante o passeio guiado, ao entrar no novo Centro de Memória, localizado no andar térreo do Palácio da Justiça, foi surpreendido com um objeto muito significativo, a mesa e as cadeiras do Júri do antigo Fórum de Colatina.

Bergamini contou que ficou impressionado ao ver as cadeiras vermelhas exatamente como se lembrava quando era estagiário do Judiciário na Comarca, em 2002. E é essa emoção de conhecer a história do Judiciário do seu Estado e, assim, a própria história, que o coordenador da gestão da informação documental do Tribunal de Justiça, Fábio Buaiz de Lima, espera que todos os visitantes sintam ao observar os objetos e processos expostos no espaço.

Ao receber os estudantes de Direito, também acompanhados dos professores Ariadi Sandrini Rezende e João Gabriel Bussular, Buaiz explicou que o Centro de Memória foi fundado em 2015 com o objetivo de preservar a história do Poder Judiciário, por meio da conservação de peças, objetos e processos, inclusive com a disponibilização deste material para pesquisas e estudos.

Dessa forma, os visitantes podem encontrar no local documentos e processos de 1890, artigo escrito por Ruy Barbosa em 1921 e edital para concurso de juiz de São Mateus e Anchieta de 1720, além dos primeiros processos protocolados nos Juizados Especiais do Estado na década de 1990 e antigos livros. Também é possível ver objetos, como uma urna de sorteio de Júri e um sino utilizado nos leilões em Praça Pública, na Comarca de Santa Teresa.

O Centro de Memória está localizado no andar térreo do Palácio da Justiça, situado na rua Desembargador Homero Mafra, 60, Enseada do Suá, em Vitória, e está aberto para visitação das 12 às 19 horas, de segunda a sexta-feira.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*