Carnaval 2020: Atílio Vivácqua/ES levou 5 mil pessoas à folia

O Carnaval deste ano de Atílio Vivácqua atraiu uma média de 5 mil pessoas. Promovida pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, a programação começou no último dia 21 e terminou nesta terça-feira (25).

Um esquema composto por 32 policiais militares e 60 seguranças privados garantiu o clima de tranquilidade durante os cinco dias de folia, que não registrou nenhuma ocorrência.

Ao todo, nove blocos carnavalescos – sendo seis do município e mais três de Muqui – participaram do desfile, que aconteceu na Avenida Carolina Fraga, Centro, entre o Hotel Shalon (ao lado do Bar do Zé Antônio) e a Praça José Valentim Lopes (Praça da Prefeitura), espaço que concentrou, também, shows musicais e matinês para as crianças.

O valor total destinado aos blocos – para confecção de bois pintadinhos e manutenção de instrumentos musicais, dentre outros custeios – foi de R$ 32 mil.

Cada um dos blocos do Grupo A recebeu R$ 4 mil. Já os dois do Grupo B contaram com R$ 3,5 mil, cada um. E a quantia de R$ 7,5 mil foi distribuída aos três blocos do Grupo C.

O montante investido neste ano incluiu, ainda, o repasse de R$ 1.500,00 para a realização do Futebol das Piranhas, na Arena de Areia do Centro Cultural e Esportivo “Scarpão”, no bairro Niterói, no domingo (23).

“Quero destacar, com muita alegria, que tivemos um Carnaval maravilhoso. Parabenizo todas as famílias atilienses que foram às ruas. De forma carinhosa, parabenizo também todos os blocos participantes, que fizeram uma brilhante apresentação. Viva o Carnaval, viva a cultura popular e viva Atílio Vivácqua”, salientou o prefeito Josemar Machado Fernandes.  

A secretária municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Joelma Consuelo, avaliou que, mais uma vez, o trabalho de retomada das tradições carnavalescas locais foi bem-sucedido.

“Trata-se de um conjunto de ações que temos desenvolvido, desde o início desta atual gestão, com foco no incentivo aos blocos, que sempre fizeram parte da identidade cultural atiliense e que, nos últimos três anos, voltaram ao seu devido lugar, as ruas”, resumiu a secretária.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*