Caminhoneiro de Marataízes, preso no MS, assume que transportava sozinho quase uma tonelada de maconha e sua esposa é liberada

O caminhoneiro de Marataízes, Wesley Brandão Machado, de 31 anos, preso na última quinta-feira (04), na cidade de Eldorado, no Estado do Mato Grosso do Sul, informou à Polícia Federal (PF) da cidade de Naviraí, no Mato Grosso do Sul (MS), que agiu sozinho para transportar os 889 quilos de maconha em seu caminhão.

Com o depoimento de Wesley, sua esposa, Ana Gabriela Oliveira, de 21 anos, que havia sido detida juntamente com ele, foi liberada pela PF, pois os policiais entenderam que ela não participou da ação criminosa do marido.

Ana Gabriela ainda está no Mato Grosso do Sul e deve voltar para Marataízes nos próximos dias. Ela acompanha sempre acompanhava o marido em suas viagens de caminhão pelo país a fora.

Wesley foi autuado por tráfico de drogas e vai continuar detido na Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí, onde está à disposição da Justiça sul-mato-grossense.

A prisão

No dia 04 de junho, quinta-feira, numa ação conjunta das Polícias Federal e Militar, Wesley e sua esposa foram presos quando transportavam 889 quilos de maconha em seu caminhão, um Mercedes Bens, Modelo Atego 2429, placa OVH 0720, do município de Marataízes-ES.

A droga foi localizada pelos policiais escondida em um fundo falso do veículo. O caminhoneiro informou que carregou o caminhão na cidade de Paranhos-MS e entregaria a maconha nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

O frete para o transporte da droga foi combinado no valor de R$ 15 mil, sendo que recebeu a metade do valor à vista e a outra metade receberia quando finalizasse o percurso.

Fonte: DaHoraES

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*