BRUXISMO INFANTIL EM TEMPOS DE PANDEMIA

SEU FILHO FAZ BARULHOS ESTRANHOS COM A BOCA ENQUANTO DORME?

Primeiramente precisamos entender “o que é bruxismo”

É o aperto e ranger de dentes que ocorrem geralmente durante o sono e pode evoluir de forma agressiva se não for tratado corretamente. Ocasionando desgaste dentário, perda de estrutura de sustentação dos dentes (periodonto) , danos em gengiva, esmalte e ATM (Articulação Temporo-Mandibular), os dentes ficam susceptíveis á caries,  bem como inúmeras patologias que ocasionam dor (que serão diagnosticadas durante a consulta odontológica).

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), 40% dos brasileiros sofrem de bruxismo, condição que afeta adultos e crianças. Além do ranger e apertos, a condição pode resultar ainda em quebra dos dentes, enxaquecas e dores na mandíbula, ouvidos, pescoço e nas articulações do rosto. Além disso, problemas gengivais e ósseos também podem ocorrer. Há também relatos de zumbidos nos ouvidos.

Quando submetido a situações de estresse, o corpo humano reage de diferentes maneiras e o bruxismo pode ser uma delas. E durante a pandemia da Covid-19, essa síndrome que causa o ranger e aperto dos dentes, normalmente durante o sono, se tornou comum, mas longe de ser um sintoma da doença causada pelo novo coronavírus. – todos estamos vivendo situações de ansiedade e estresse com todas as noticias que temos absorvido sobre tudo que tem ocorrido no mundo e desenvolver o bruxismo por estresse é bastante comum!

Contudo, o bruxismo é um problema que afeta muita gente e isso não exclui as crianças. O hábito de ranger os dentes involuntariamente é também bem comum entre os pequenos e por isso é importante agir para evitar que o problema prejudique o correto desenvolvimento dos mais novos.

Especialistas afirmam que ranger os dentes é comum até os seis anos de idade, já que a boca está aos poucos crescendo e acomodando os novos dentes. No entanto, o hábito deve ser observado e analisado por um especialista, já que além da consequência para a boca e os dentes, o bruxismo também pode ser um reflexo de problemas emocionais.

Quais as causas do bruxismo infantil?

Pode ser causado por ansiedade e stress decorrentes de diferentes situações às quais a criança é exposta: como uma rotina muito agitada ou uma mudança de rotina, como a chegada de um irmão, a separação dos pais ou uma mudança de escola, por exemplo.

Além dos motivos emocionais, o bruxismo infantil também pode estar relacionado a diferentes problemas físicos, seja a má oclusão, ou mordida desalinhada, que pode ser provocada pelo uso excessivo de chupeta ou mamadeira, por exemplo, problemas de respiração como asma ou rinite, deficiências nutricionais ou até fatores hereditários.

            Bruxismo Infantil tem tratamento?

Pode ser tratado da mesma forma que o bruxismo em adultos, com a placa de bruxismo como alternativa para minimizar o atrito entre os dentes superiores e inferiores. Porém, a placa também pode interferir no desenvolvimento correto dos dentes da criança. Logo, cabe ao especialista definir o tratamento adequado a cada caso, pois pode haver a necessidade de ação conjunta com outras áreas profissionais, tais como o psicólogo, neurologista ou fonoaudiólogo.

Se o problema estiver relacionado ao alinhamento dos dentes ou à estrutura da bucal, é possível que seja necessário algum tipo de tratamento ortodôntico, como a colocação de aparelho.

Existem também algumas maneiras de tentar prevenir ou ao menos minimizar o bruxismo em crianças. Incentivar a mastigação desde pequenos é uma delas. Do lado emocional, tentar estabelecer uma rotina de atividades que não seja pesada para a criança pode ajudar. Estabelecer um ambiente tranquilo na hora de dormir também pode ser efetivo para diminuir a tensão da criança e evitar o bruxismo.

 O bruxismo está intimamente ligado ao funcionamento do corpo e da mente. Sabemos que na época em que estamos é mais difícil se manter saudável psicologicamente, mas fazer exercícios físicos, meditar, se desconectar um pouco do celular e das notícias, fazer terapia, entre outras ações, nos ajudam a desestressar e sentir menos impactos negativos. Por se tratar de uma síndrome relacionada normalmente ao fator emocional humano, manter o corpo e mente ativos para evitar estresse e ansiedade são as melhores formas .

De qualquer forma, a melhor maneira de saber o tratamento ideal para cada caso é consultar um especialista.

ATENÇÃO: Durante a pandemia, tem-se presenciado um aumento nos relatos de pacientes com características clínicas exatas em relação ao bruxismo e ao apertamento dental.

SE IDENTIFICOU COM AS INFORMAÇÕES AQUI DESCRITAS? ENTÃO, NÃO ADIE SUA CONSULTA ODONTOLÓGIA, procure tratamento o quanto antes!

Dra Natália Layber Müller — CRO ES 7197

ESPECIALISTA EM ORTODONTIA
com imersão em atendimento infantil especializado

Odontologia Integrada – EPAO ES 1715

@natalialayber.odontologia

Agende sua consulta!! à (28) 9 9951-8150 

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*