Banestes fecha primeiro semestre do ano com resultado positivo de R$ 125 milhões

A eficiência operacional do banco dos capixabas tem se mantido estável, mesmo diante do cenário de pandemia. Resultado é 14,4% maior em relação ao mesmo período de 2019

O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) divulgou publicamente, nesta terça-feira (11), o resultado apurado relativo ao primeiro semestre de 2020. Os dados conferem o lucro líquido do banco em R$ 125 milhões, o que representa uma evolução de 14,4% quando comparado ao primeiro semestre de 2019. As informações estão disponíveis no portal oficial do Banestes e nos sites da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e da Bolsa de Valores.

O bom desempenho do Banestes se reflete em ganhos para a sociedade capixaba. Sob a forma de juros sobre capital próprio, foram destinados ao acionista controlador, o Estado do Espírito Santo, a quantia de quase R$ 25 milhões, valor este aplicado conforme as prioridades de investimentos definidas no orçamento estadual.

O Banestes tem atuado como o principal banco credor do Espírito Santo em atenção à população que sofre impactos econômicos decorrentes do enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Apenas nas linhas de crédito emergencial, o Banestes já disponibilizou um montante superior a R$ 250 milhões para os capixabas.

O diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande, ressalta que o todo o esforço e atividades do Banco neste momento têm tido como foco e atenção atender à população capixaba com a oferta de soluções financeiras em prol da diminuição dos impactos negativos causados pela pandemia.

“Desde o início da pandemia, no mês de março, quando começaram as necessárias medidas de isolamento social, o Banestes prontamente disponibilizou soluções financeiras para contribuir com a sustentação econômica do Espírito Santo. Ao todo, já foram disponibilizados ao setor industrial e também aos micro, pequenos, médios e grandes empresários capixabas um montante superior a R$ 250 milhões em crédito emergencial. Além disso, desde o início de 2020, o banco já concedeu o valor aproximado de R$ 2 bilhões em crédito para a população”, destaca Amarildo Casagrande.

Estamos Juntos

Em função da pandemia da Covid-19, o Banestes vem atuando fortemente na concessão de crédito e na oferta de outras ações de auxílio econômico para fortalecer os setores produtivos da economia capixaba.

Em parceria com o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), o Banestes disponibilizou o montante de R$ 250 milhões para uma linha de Crédito Emergencial para empresas de todos os portes e para o setor industrial, com condições diferenciadas de parcelamento e taxas. Até o momento, o Banestes já liberou mais de R$ 203,7 milhões em recursos, em mais de 1.800 contratos.

Além disso, o Banestes detém a operação das linhas de crédito com garantia adicional do Fundo de Aval Bandes, anunciadas pelo Governo do Estado do Espírito Santo: Microcrédito Emergencial Covid-19, com taxa zero, e Capital de Giro Emergencial Covid-19, com taxa de CDI. As linhas dão suporte a micros e pequenos empreendedores, associações, cooperativas e sindicatos de agricultores familiares. Até o momento, já foram liberados mais de R$ 20,2 milhões em crédito para tais linhas, e outras propostas seguem em análise e também em fase de captação.

Outras duas linhas são operadas pelo Banco neste cenário de pandemia: Nossocrédito Emergencial, uma atuação emergencial do Programa Nossocrédito que já liberou mais de R$ 25,9 milhões em recursos, e BNDES Crédito Pequenas Empresas, com a oferta de capital de giro para as empresas que faturam até R$ 300 milhões por ano.

Outra facilidade anunciada pelo Banestes foi a possibilidade de reparcelamento de operações de crédito em até 180 dias, condição única no mercado, tanto para clientes pessoa física (PF) quanto pessoa jurídica (PJ). Até o momento, já foram realizados mais de R$ 680 milhões em contratos de reparcelamento de crédito. O Banco expandiu ainda o período de isenção de juros no Cheque Especial PF para 15 dias.

Para o pagamento de contas, o Banestes anunciou a isenção na cobrança de juros para pagamentos de contas de consumo e de tributos realizados com o cartão de crédito Banescard em uma parcela. Para pagamentos parcelados em até seis vezes, foram reduzidas as taxas. Além disso, não será cobrado o valor de tarifa do serviço. O Banco baixou ainda os juros do parcelamento da fatura dos cartões de crédito Banescard e Banestes Visa.

Números e resultados do 1º semestre

O Lucro Líquido do Banestes no segundo trimestre de 2020 foi de R$ 42 milhões atingindo no semestre R$ 125 milhões, avanço de 14,4% comparado ao mesmo período de 2019, correspondendo a R$ 0,39 por ação e rentabilidade sobre o patrimônio líquido médio (ROE) anualizada de 14,7%.

A margem financeira líquida avançou 13,1% e o resultado operacional da Instituição elevou-se em 29,3%, demonstrando boa capacidade de retenção de lucratividade na atividade comercial e eficiência gradativa na gestão de custos da operação bancária.

O patrimônio líquido do Banestes no primeiro semestre de 2020 alcançou o valor de R$ 1,6 bilhão, 3,5% superior ao mesmo período de 2019. A Carteira de Crédito Ampliada atingiu o montante de R$ 7,5 bilhões em junho de 2020, maior 9,8% sobre a posição de dezembro de 2019 e superior 17,9% em doze meses. A Carteira de Crédito Comercial (Conceito Bacen) alcançou R$ 4,7 bilhões, crescendo 11,0% no ano e 12,2% em doze meses. A estratégia da Instituição prioriza carteiras com menor risco, utilizando adequada política de crédito.

O Índice de Eficiência Operacional fixou-se em 49,1% e o Índice de Eficiência Operacional Ajustada ao Risco foi de 54,8%, ambos com ganhos de performance em 2,3 pontos percentuais (p.p.) e 3,8 p.p. em relação ao mesmo período de 2019, respectivamente.

A Inadimplência (> 90 dias) da Carteira de Crédito Ampliada encerrou junho de 2020 em 2,2%. A inadimplência da Carteira de Crédito Comercial no período foi de 3,5%. As despesas com provisões de crédito geradas nos últimos doze meses representaram 1,9% do total da Carteira de Crédito Ampliada.

A nota de rating em escala nacional (moeda local) para risco de crédito medida pela Fitch Ratings manteve-se em A+(bra) no período, mesmo sob efeito e impacto da deterioração do cenário macroeconômico face à pandemia do novo Coronavírus.

As receitas com serviços no trimestre atingiram R$ 87 milhões e acumularam no semestre R$ 177 milhões, estável (+0,1%) contra o primeiro semestre de 2019.

Os canais digitais (Internet Banking e Mobile) foram responsáveis por 10 milhões de transações financeiras no semestre, crescendo 20,8% sobre mesmo período do ano anterior. O App Banestes bateu recorde em transações financeiras no mês de maio, ultrapassando a marca de um milhão de operações com movimentação financeira em um único mês.

De janeiro a junho de 2020, foi investida em Tecnologia da Informação e Comunicação a quantia de R$ 19 milhões, proporcionando significativas melhorias nos serviços bancários, como a modernização de sistemas de informação, da infraestrutura de comunicação, da segurança da informação e da rede de autoatendimento.

Tais investimentos têm o objetivo de possibilitar ao Banco soluções de negócio aderentes à transformação digital. Os trabalhos estão focados na ampliação de prestação de serviços pelos canais digitais, principalmente nos canais Internet Banking e BANESTES.Corp (ferramenta voltada para clientes Pessoa Jurídica) e nos canais Aplicativos Banestes, Banestes Cartões e Abre Conta Banestes.

O Banestes manteve a disposição de seus clientes e usuários, sua extensa rede de atendimento, presente em todos os 78 municípios do Estado do Espírito Santo, sendo em 19 deles o único banco com agência instalada. Ao todo, são 857 pontos de atendimento, compostos por 152 unidades de atendimento (entre agências e postos), 329 postos de atendimento eletrônico e 376 correspondentes Banesfácil.

Sobre o BANESTES

Com uma base de mais de 1 milhão de clientes, o Banestes (B3: BEES3, BEES4), sociedade anônima de capital aberto e de economia mista, criada em 1937, é um banco múltiplo controlado pelo Estado do Espírito Santo e um dos mais importantes agentes de crédito do Estado.

Em seus 83 anos de história, contribui decisivamente para o desenvolvimento socioeconômico local e compõe, com mais três empresas (Banestes Seguros S.A., Banestes Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. e Banestes Administradora, Corretora de Seguros, Previdência e Capitalização Ltda.), o Sistema Financeiro Banestes (SFB).

Oferece um portfólio completo de soluções, produtos e serviços financeiros aos seus clientes e detém a maior rede bancária do Estado do Espírito Santo.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*