Aulas de arte em escolas municipais abordam educação para o trânsito

Professores aplicaram em sala e aula os conhecimentos adquiridos em formação sobre o tema

Na quarta-feira (26), os professores de arte da rede municipal de educação de Cachoeiro de Itapemirim participaram do último encontro da formação continuada “Educação para o trânsito: prática da ética e exercício da cidadania”.

O curso, promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Seme), em parceria com a Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito (Semset) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi iniciado em julho, deste ano, e contou com cinco encontros, com carga horária total de 120h. Os participantes tiveram aulas presenciais e atividades não presenciais.

Na formação, foram debatidas questões como: Sinalização de Trânsito; Leitura de Imagens e Meios de Transporte e Estatísticas. As aulas foram lecionadas por um servidor da Polícia Rodoviária Federal e, para melhor absorvê-las, os participantes receberam material didático. A Gerência Pedagógica de Ensino (GPE) da Seme concedeu apoio com metodologias de trabalho para os conteúdos abordados pelo profissional da PRF.

Com isso, os professores puderam utilizar esses conhecimentos nas atividades pedagógicas, trabalhando-os com os alunos do 4º ano. Os profissionais que compareceram à formação e aplicaram as atividades em sala de aula receberam certificação.

“O principal objetivo foi orientar os professores de arte das unidades de ensino, com conhecimentos específicos, a fim de que desenvolvessem ações práticas na sala de aula para evidenciar os princípios da ética e cidadania, conscientizando os estudantes sobre a importância da educação no trânsito”, declara a secretária municipal de Educação, Cristina Lens.

Coordenadores escolares também concluem formação

Na última segunda (25), foi concluída a formação continuada de 115 coordenadores escolares, que trabalham na rede pública de ensino, do município. No último encontro, que aconteceu no auditório “Prof. David Alberto Lóss”, na escola municipal “Zilma Coelho Pinto”, houve a participação do professor e psicoterapeuta Paulo Roberto Arantes, que falou sobre diálogos relacionados à inspiração de mudanças de comportamento a fim de facilitar o trabalho e a convivência em grupo.

Durante a formação, foram abordados temas como: a ética profissional e a proatividade; as atribuições do coordenador de turno, com base no Regimento Comum das unidades de ensino, e a atuação do conselho tutelar no cotidiano escolar.

A coordenação de turno é exercida por professores e tem atribuições como: atuar em parceria com a gestão e pedagogos para as ações de aproximação da família com a escola; orientar alunos sobre regras e procedimentos do regimento escolar; buscar soluções para situações de conflito nas relações interpessoais no âmbito escolar e zelar pelo espaço escolar, pelo patrimônio e pelos recursos didático-pedagógicos.

“A atuação do coordenador escolar é fundamental, a fim de oferecer suporte a toda equipe escolar, dessa maneira, as formações continuadas permitem a esses profissionais identificar, em suas ações diárias, os pontos que precisam ser melhorados nas unidades de ensino, na busca de uma melhor integração social entre todos que fazem parte do processo de ensino-aprendizagem”, salienta a secretária municipal de Educação, Cristina Lens.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*