Alexandre Bastos presta contas de gestão na presidência da Câmara de Cachoeiro

Nesta terça-feira (18), quando foi realizada a última sessão ordinária do ano, o vereador Alexandre Bastos (PSB) prestou contas sobre sua gestão na presidência da Câmara de Cachoeiro no biênio 2017-2018. Bastos apresentou um resumo com as principais obras, contratações e melhorias realizadas no Legislativo, e ressaltou a colaboração da Mesa Diretora e dos servidores, que, segundo ele, contribuíram para que as contas da Câmara relativas ao exercício de 2017 já tenham sido aprovadas sem ressalva pelo Tribunal de Contas do Espírito Santo. “E estou certo de que ocorrerá o mesmo com as contas de 2018. Fizemos uma gestão dinâmica e muito responsável”, afirmou.

Bastos assumiu a presidência em janeiro de 2017, dando continuidade à reforma externa do prédio e do telhado da Câmara. Além disso, realizou a  reestruturação e pintura do terceiro andar e gabinetes dos vereadores, inclusive com a reorganização do arquivo legislativo. Ao longo dos dois anos, vários setores da casa passaram por melhorias físicas ou no mobiliário, ou tiveram seu sistema de trabalho reorganizado.

Outra medida urgente implementada por Bastos foi a licitação de equipamentos de informática e segurança do parque tecnológico da Casa, já que, logo no início daquele ano, o ultrapassado sistema de controle administrativo e transparência da Câmara foi alvo de ataques de hackers. Hoje a Câmara conta com novos computadores, servidores, rede de internet e Wi-Fi mais potente em todos os setores, e um Portal de Transparência atualizado.

 

Dívidas quitadas

Um destaque da gestão de Bastos foi a amortização total dos parcelamentos de INSS e Ipaci, iniciado em 2017. O valor global investido, incluindo os pagamentos realizados em 2018, é superior a R$ 2,3 milhões. “Com a quitação das dívidas, aumentamos a saúde financeira do Ipaci, para que a aposentadoria dos servidores esteja garantida”, diz o presidente.

Apesar da grande quantidade de obras, aquisições e investimentos realizado por Bastos, concessão de reposição salarial aos servidores de 6,28% e reajuste do valor do tíquete-alimentação, a Câmara devolveu R$ 480 mil aos cofres da Prefeitura relativos ao exercício de 2017. Este ano, o valor estimado da devolução é de R$ 250 mil.

Bastos concluiu a prestação de contas lembrando que, com a recuperação financeira da Câmara, principalmente com a quitação dos parcelamentos que há décadas consumiam parte importante do orçamento da casa, foi possível dar início a alguns projetos importantes, cuja finalização ficará a cargo do próximo presidente, que terá uma capacidade de  investimento muito maior. Um deles é a reforma do andar térreo do prédio, já próxima de ser finalizada, para instalação da Biblioteca do Legislativo, Escola Legislativa, Plenarinho, Sala de Reuniões e outros setores. “Vamos deixar uma Câmara saneada, enxuta e já preparada financeira e fisicamente para receber as inovações que Cachoeiro merece”, finaliza Bastos.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*