Acordo do Governo do Estado com a Petrobras vai render R$ 47,5 milhões aos municípios

Será bom para o Governo do Estado, para a sociedade e para a Petrobras”, destacou o governador Renato Casagrande na assinatura do acordo

O acordo do Governo do Espírito Santo que regulamenta a política de crédito estimado com a Petrobras vai render R$ 47,5 milhões aos municípios capixabas. O Governo do Estado vai receber cerca de R$ 190 milhões e 25% desse valor será repassado às administrações municipais.

A previsão é que o Governo receba o valor até o fim de setembro e logo realize o repasse aos municípios. “Estamos fazendo adesão ao convênio para nos relacionarmos de forma mais simplificada com a Petrobras. Será bom para o Governo do Estado, para a sociedade e para a Petrobras”, destacou o governador Renato Casagrande na assinatura do acordo.

As operações de crédito estimado são alvo de judicialização em diversos estados. No Espírito Santo, para dar fim a tal impasse, o Governo e a empresa chegaram a um acordo na forma de pagamento. Como compensação sobre valores anteriores, o Estado irá receber os cerca de R$ 190 milhões.

“Esse acordo vai encerrar uma série de disputas que existem sobre os critérios de avaliação do crédito estimado. Os valores a serem recebidos serão muito importantes nesse momento de crise e, a partir de agora, a apuração dos tributos vai acontecer de forma mais simples e ágil”, avaliou o secretário de Estado da Fazenda, Rogelio Pegoretti.

A divisão da parte referente às prefeituras vai seguir o Índice de Participação dos Municípios (IPM) – índice sobre o qual é feita a divisão do ICMS repassado pelo Governo do Estado. Dessa forma, a maior fatia do recurso ficará para os municípios de Vitória, Serra, Linhares, Vila Velha e Cariacica.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*