FATALIDADE: acidente entre três carros mata vendedor de Iúna residente em Piúma

Foto/ Arquivo pessoal – Robson morreu na hora, após o impacto da batida no caminhão
O Corsa que Robson f=dirigia perdeu o controle, bateu no guard rail, rodou na pista e escorou no caminhão

Vendedor de Piúma bate no caminhão de gás e morre na curva perto do Monte Aghá

O caminhão vinha de Marataízes para Piúma com 170 botijas de gás vazias

Um grave acidente envolvendo um caminhão carregado de botijas de gás de Piúma e Chevrolet Corsa, placa de São Paulo, na tarde desta terça-feira (6), na Rodovia ES 060, (Rodovia do Sol) via que liga Piúma a Itaipava, na curva próxima a entrada da Praia da Gamboa, balneário de Itapemirim, matou na hora o vendedor Robson Cezar, 47 anos.

Thiago vinha de Kennedy para Piúma quando bateu no caminhão que parou na frete dele após a colisão no Corsa

De acordo com o motorista do caminhão de gás, Tarcísio Gobete Cestari, 30 anos, ele estava vindo de Marataízes quando de repente destampou na curva com o Corsa desgovernado em cima dele. “O carro vinha perdendo o controle, bateu na mureta de proteção da pista, batendo de frente comigo. Na hora que ele ia virar, ele escorou no caminhão e caiu lá pra baixo na ribanceira. Eu ainda tentei frear, mas ele não teve reação, foi muito rápido. Graças a Deus, eu não me machuquei, mas ele morreu, uma tragédia, infelizmente”, frisou Tarcísio.

O acidente foi em uma curva antes da entrada da Praia da Gamboa

Logo atrás do caminhão vinha um Fiat placa MQT 25 84 de Cachoeiro de Itapemirim que não conseguiu frear, acabou batendo, mas o operador de máquinas, Thiago da Conceição Silva, 33 anos que ia visitar a mãe dele em Piúma e sua esposa não feriram. “Eu vinha de Presidente Kennedy para Piúma, o caminhão bateu, parou e acabei batendo na traseira dele. Graças a Deus não me machuquei, nem minha esposa, o que importa mesmo é a vida da gente. Foi um susto, nem um arranhão, mas fazer o que, a vida é assim”, disse Thiago que hoje completa 33 anos e estava grato por não ter se ferido.  

A Perícia da Polícia Civil esteve no local e removeu o corpo ao DML de Cachoeiro

O Corpo de Bombeiros foi acionado para serrar as ferragens do Corsa e retirar o vendedor que ficou preso dentro do carro no meio do mato, um lugar de acesso muito difícil. A Polícia Militar (PM) e a Guarda Municipal de Itapemirim estavam controlando o trânsito que ficou em meia pista até a chegada da Perícia da Polícia Civil (PC) que, em uma hora compareceu ao local, fez os trabalhos de remoção do corpo para o Departamento Médico Legal (MDL) de Cachoeiro de Itapemirim, onde será necropsiado e liberado para sepultamento.

O Corpo de Bombeiros teve de serrar o veiculo para retirar o corpo que ficou preso as ferragens

Robson é morador do bairro Acaiaca em Piúma e natural de Iúna. Ele deixa uma mulher e dois filhos.  

Fotos: Luciana Maximo

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*