A PROSA É BOA: Meireles x Montoni, Irupi já respira o ar das eleições 2020

Destacando que o texto é uma artigo de opinião da editora do jornal

Eita que a prosa nos bancos da praça na pacata Princesinha do Caparaó, ou mesmo nas ‘panhas’ de café, é eleição 2020. E mesmo que muita gente de costume diga, eu não gosto de política, sempre vota e sempre lembra e guarda no coração aquele que além de bater em seu ombro, olhou para todos com respeito e dignidade.

Na roça é assim, o povo é de pouca palavra, mas tem gratidão e sabe valorizar aquele que tem verdade nos olhos e no coração. E quando dá a palavra ‘num’ tem dinheiro que muda.

E pode saber a pacata cidade de Irupi, conhecida como Princesinha do Caparaó, já vive dias de tensão e de muita expectativa para as eleições municipais deste ano. Com o afastamento do ex-prefeito Carlos Henrique Emerick Storck, o até então pouco comentado, Valmir Montoni assumiu a prefeitura de Irupi durante um período de 60 dias. Ele que era e ué o presidente da Casa de Leis.

O ‘cabra e bão’, mostrou no teste sua capacidade de tocar uma cidade cujo café está em todas as mesas, caneca, bule e chaleira e em cada palmo de chão. E assim foi, Valmir exonerou secretários intocáveis da antiga gestão, montou sua equipe e fez um trabalho que chamou a atenção de todo o Caparaó até na capital do Estado.

Sua trajetória rápida no Executivo despertou o olhar de deputados e a dedicação com o fazer para o coletivo, o classificou e carimbou seu passaporte como excelente nome para as próximas eleições disputar a caneta de honra da Princesinha. Já é pré-candidato aclamado.

Depois de afastados, prefeito e vice e Valmir conduzir os destinos do povo de Irupi por dois meses, eis uma eleição temporã, de última hora e, pasmem, a oposição levou a melhor, naquela ocasião. Edmilson Meireles, venceu nas urnas e se tornou o novo prefeito até 2020.

No curto período de campanha Edmilson fez um discurso de mudança em seu palanque, prometendo resolver o problema do plano de carreira dos funcionários públicos e também, promover uma auditoria na prefeitura e colocar tudo em pratos limpos para a população saber tim tim por tim tim.

Até o momento, só ficou no discurso, nenhuma das duas promessas foram cumpridas. De positivo, a Secretaria de Obras, que vem fazendo um trabalho satisfatório, mas é só. Muito pouco, para quem prometia ser a “mudança”.

O prefeito atual e o presidente da Câmara tinham um bom relacionamento, mesmo sabendo que ambos almejavam sentar no trono do Castelo da Princesinha do Caparaó. Durou pouco. Como paixão de adolescentes, durou o tempo necessário para o atual descobrir que, a simplicidade de Valmir se assemelhava a linguagem da população de pé no chão e mãos calejadas de panhar café.

Edmilson perdeu a oportunidade de viver em paz com Montoni logo no dia da sua posse como prefeito, quando ignorou a presença do até então interino na cerimônia oficial.

Valmir impressionou a todos, levantando-se no meio da Sessão e indo embora para sua casa, lá, ele provavelmente, desapertou sua gravata, sentou em seu sofá e ali já pensou na possibilidade de disputar a cadeira de prefeito nesta eleição que ta de cara.

Enquanto Edmilson segue na tentativa de mostrar trabalho em um curto espaço de tempo, já desgastado, Valmir segue com seu currículo de grandes feitos em 60 dias úteis comandando a cidade.

De pouco barulho e boa prosa, segue Valmir costurando e firmando alianças em todo município.

As eleições complementares foram realizadas de forma pacífica, sem nenhum incidente, mas… já sabe né, eleições de 4 anos pegam fogo, para a cidade e vira assunto em qualquer banco de praça…

Edmilson segue na dúvida de permanecer ou não no MDB (15), tendo como opção o PSB (40), do governador Renato Casagrande. Enquanto que Valmir, segue rumo ao Democratas (25), partido esse que vê o Presidente da Câmara como um candidato com potencial e grandes chances de se eleger. O deputado estadual Theodorico de Assis Ferraço e sua esposa, a deputada federal, Norma Ayub sonham em ver o seu xodó, Montoni, comandando a cidade de Irupi.

Edmilson segue tentando trabalhar daqui e dali, Valmir segue costurando de lá. Enfim, parece que a pequena e charmosa cidade de Irupi já tem suas opções para escolher em 2020.

Resta agora saber se o sobrenome da placa da mesa do gabinete assinará Meireles ou Montoni. Veremos os próximos capítulos.

Compartilhe nas redes sociais

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*