A agropecuária registrou saldo positivo de 23.055 postos de trabalho formais em fevereiro de 2021

EMPREGOS
A agropecuária registrou saldo positivo de 23.055 postos de trabalho formais em fevereiro de 2021, o melhor resultado para o mês desde 2011, segundo Comunicado Técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).
A publicação analisou os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério da Economia, que apontou a abertura de 401.639 novas vagas de empregos no país em fevereiro.

SUASA
Conhecido como o SUS do agronegócio, o Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa) completou 15 anos. O objetivo do sistema é promover a saúde animal, a sanidade vegetal e a segurança alimentar. “O SUASA é o marco da defesa agropecuária, garantindo a segurança da produção e dos alimentos”, declarou a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

TITULA BRASIL
Mais de 7,8 mil pessoas se inscreveram para participar dos cursos de formação do Programa Titula Brasil, que tem o objetivo de agilizar e tornar mais eficiente a entrega de títulos de propriedade nos assentamentos e a regularização fundiária em terras da União. As capacitações são obrigatórias para quem vai trabalhar nos chamados Núcleos Municipais de Regularização Fundiária (NMRF), que são as estruturas centrais do Programa.

RELATÓRIO
Diante do crescimento do agro brasileiro, mesmo em meio à crise econômica causada pela Covid-19 no Brasil, o senador Acir Gurgacz (PDT-RO), membro da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), convidou a ministra Tereza Cristina (MAPA), para apresentar dados do setor – que solidificam a capacidade do agronegócio do país, frente às dificuldades enfrentadas com a pandemia -, a seus pares no Senado Federal.

FRUTAS
O presidente da Abrafrutas, Guilherme Coelho, disse que o Brasil, após conquistar o mercado de melão para a China, pode dar mais um passo nos acordos comerciais. Segundo ele, o governo chinês entrou em contato com o País para viabilizar também a importação de uva. “Estive com ministra Tereza Cristina na semana passada porque já é tempo da gente cobrar o que vai acontecer”, afirmou Coelho. Além da China, a Abrafrutas também trabalha para ampliar as exportações a outros países, como Colômbia, Estados Unidos, África do Sul e Coreia do Sul.

DIGITALIZAÇÃO
Matéria publicada do jornal Valor, afirma que A pandemia do novo Coronavírus não só manteve os produtores rurais do Brasil particularmente interessados em digitalizar seus negócios como fez com que esse apetite, ampliado para mais elos da cadeia, aumentasse mais que em outros países, como nos Estados Unidos. É o que aponta o estudo “A Cabeça do Agricultor Brasileiro na Era Digital Pulso 2021”, divulgado pela consultoria McKinsey.

NOBEL DA PAZ
O ex-ministro da Agricultura Alysson Paolinelli, indicado ao Prêmio Nobel da Paz 2021, é o próximo palestrante do Ciclo de Palestras Técnicas da Embrapa Cerrados. No dia 7 de abril, às 10h, ele apresenta o tema “Pesquisa Agropecuária Brasileira: passado, presente e futuro”. Engenheiro agrônomo pela Escola Superior de Agricultura de Lavras, onde também foi professor de Hidráulica, Irrigação e Drenagem e diretor. Também foi Deputado Federal e Ministro da Agricultura.

MOAGEM
Na primeira quinzena de março, as unidades da região Centro-Sul processaram 1,67 milhão de toneladas de cana-de-açúcar. Desse total, quase 70% da matéria-prima foi destinada à produção de etanol, que alcançou 199,88 milhões de litros. A quantidade fabricada de açúcar, por sua vez, alcançou apenas 51,46 mil toneladas. A produção de etanol a partir do milho representou cerca de dois terços do total na primeira quinzena de março, com 127,60 milhões de litros.

RURALIDADE
Chegou a hora de mudar o paradigma da ruralidade. De deixar de vê-la como sinônimo de pobreza para pensá-la como um espaço de desenvolvimento e de um futuro sustentável para os jovens, sendo fundamental que as políticas públicas sejam orientadas à redução do hiato que ainda existe entre o mundo urbano e o mundo rural quanto a oportunidades de acesso à educação, saúde, conectividade digital ou infraestrutura. A Ministra da Agricultura do Chile, María Emilia Undurraga, está empenhada nessa tarefa, que definiu como “igualar o campo”, conforme contou em uma entrevista no programa AgroAmérica, transmitido pelo canal de TV Agro Mais, do Brasil.

por Mauricio Picazo Galhardo é jornalista Email: mauricio.picazo.galhardo@gmail.com

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *