Reciclagem de lixo reduz impacto ambiental e gera economia

Publicado em às 16:07.
Por Marcos Kito

A Coleta Seletiva realizada pela ASCAMARI (Associação de Catadores de Material Reciclavel de Itapemirim) com apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente tem rendido bons frutos para o município: além de reduzir o impacto ambiental, visilvelmente percepctivel, a atividade tem gerado emprego e renda na cidade.

A coleta realizada diariamente, em 120 Pontos de Entrega Voluntária,os chamados PEVs,  distribuidos pela sede e interior do município, recolhe o chamado lixo seco. O composto  formado por papel, plástico, alumínio e papelão  é separado e prensados na sede da associação para posteriormente ser encaminhado para usina de reciclagem.

Atualmente são recolhidas entre 5 e 6 toneladas de lixo seco por mês. Este resíduo seria destinado para o Aterro Sanitário em Cachoeiro, que cobra de cada município por peso, ou seja, uma economia significativa para Itapemirim. Hoje o alumínio separado é destinado para a indústria no estado do Rio de Janeiro, enquanto o papel e plástico para Pirapetinga, em Minas Gerais.

Para o Secretário de Meio Ambiente, Jean Paz Rosa, o intuito maior é unir força com todas os parceiros que o município puder contar para reduzir os impactos ambientais locais e deta forma chegar o mais próximo possível de um equilíbrio ambiental na região.

 

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*