Evair de Melo participa da assinatura da Ordem de Serviço do Contorno do Mestre Álvaro

Publicado em às 16:22.
Por Assessoria de Imprensa

O ministro da infraestrutura, Tarcísio de Freitas, assinou hoje (30) a Ordem de Serviço para início das obras do Contorno do Mestre Álvaro, no município de Serra/ES.

O deputado federal Evair de Melo (PP-ES), que atua fortemente na pauta de melhoria da infraestrutura capixaba esteve presente durante o encontro que contou com a presença do Governador do Estado, Renato Casagrande (PSB) e da Bancada Federal Capixaba.

“Demos um importante passo para finalmente começar a obra do Contorno do Mestre Alvaro que tanto interessa a sociedade capixaba. Continuaremos cobrando tanto o DNIT quanto o Ministério da Infraestrutura para garantir importantes obras de logística de nosso Estado”, enfatizou Evair.

As obras podem começar em maio, porque R$ 100 milhões já estão disponibilizados para o DNIT (Departamento Nacional de  Infraestrutura e Transportes ), já existe empresa contratada e liberação do TCU (Tribunal de Contas da União).

100 MILHÕES

“Temos fôlego financeiro suficiente para dar uma boa largada. É um terço do valor da obra, e como a obra dura praticamente três anos, a grosso modo são 100 milhões por ano, então temos o recurso desse ano garantido”, disse o ministro. Ele também anunciou que irá ao Espírito Santo visitar a obra, tão logo ela seja iniciada.

MENOS MORTES

O governador Renato Casagrande defende a obra desde seu primeiro mandato a frente do governo do Estado e estava animado com a retomada da obra.

“O Brasil passa na BR 101 e a BR passa dentro da cidade da Serra, Carapina, Serra Sede, diversos outros bairros são impactados, trazendo insegurança, acidentes, e transtorno para quem tem que trafegar pela rodovia. É um dos trechos mais perigosos da BR. Vidas serão salvas com essa obra. O contorno do Mestre Álvaro vai dar segurança, eficiência e vai abrir uma nova frente de desenvolvimento para para o município da Serra”, afirmou o governador.

A contrapartida do governo do Espírito Santo para realização da obra será a desapropriação de diversas áreas em Cariacica e Serra.

“Essa obra era esperada há muito tempo, eu mesmo tive a oportunidade de dar a ordem de serviço em 2014 e agora estou fazendo parte novamente deste processo. E feliz porque dessa vez já temo R$ 100 milhões disponíveis para início do serviço. O estado está desapropriado as áreas para colaborar com a obra”, concluiu Casagrande.

 BRASÍLIA –  Com informações da AGÊNCIA CONGRESSO –

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*