Depois do Quiosque, Fogão a Lenha

Publicado em às 9:38.
Por Da redação

Restaurante Fogão a Lenha, me Piúma sob nova direção, agora com rodízio de churrasco.

 

Em Belo Horizonte ele tinha um restaurante que preparava todos os pratos deliciosos que respeitando a gastronomia mineira, com direito a todos os dias: costelinha de porco, aipim, torresmo, fígado com jiló, couve refogadinha, galinha caipira com polenta e claro, o carro chefe, o tradicional feijão tropeiro.

Em Piúma ele já administrou alguns quiosques, o último foi o Mar e Bar, no final da praia, agora Carlos Roberto Santos comanda o Restaurante Fogão a Lenha, também na orla. “Entregamos o quiosque e estamos numa nova empreitada, no Restaurante Fogão a Lenha. Vamos trabalhar com rodizio de carnes, temos uma variedade grande de frutos do mar no cardápio, estamos fazendo uma mudança”, explicou Carlos.

Neste domingo, o almoço trouxe moqueca de dourado, camarão alho e óleo, lagosta, churrasco, picanha, carne porco, feijoada e o tropeiro mineiro.

Destacou Carlos que arrendou o Restaurante, conhecido popularmente como o Restaurante do Cavalo, por conta dos cavalos de gesso na calçada, que as crianças adoram fotografar montados, mas mantém os antigos funcionários. Do quiosque ele trouxe outros para arrevesar no contra turno, uma vez que vai funcionar a noite com rodizio de carnes.

Sempre preocupado com um atendimento que o cliente saia satisfeito e a qualidade dos seus produtos, Carlos está cheio de expectativas neste novo empreendimento.

 

Foto: Carlos / Luciana Maximo

Legenda: Carlos agora está à frente do Restaurante Fogão a Lenha em Piúma

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*