Crescendo junto com o Espírito Santo: Programa Nossocrédito completa 15 anos

Publicado em às 15:46.
Por Assessoria de Comunicação

Criado em setembro de 2003, o Programa Nossocrédito começou a sua trajetória com quatro agências: Viana, Cachoeiro de Itapemirim, Nova Venécia e Presidente Kennedy. Desde então, sonhos de mais de 130 mil empreendedores viraram realidade com o apoio do Nossocrédito.

Em 2018, com quase R$ 600 milhões liberados, o Nossocrédito é um programa de referência nacional em microcrédito produtivo orientado. Fruto de uma parceria entre o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), Banestes, Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), prefeituras e Sebrae-ES, o programa  vem proporcionando oportunidades de crescimento e dinamizando a economia do Espírito Santo.

Nessa parceria, cabe ao Bandes coordenar o Programa, monitorar e gerir as atividades, além de selecionar, capacitar e formar os agentes de crédito, que são os responsáveis pelo atendimento e acompanhamento dos clientes.

O agente de crédito de Anchieta, Luís Felipe Martins Teixeira, comenta que o Nossocrédito é essencial para os empreendedores do município. “Usando o crédito adequadamente, com a nossa orientação, os empreendedores conseguem começar o seu negócio de forma tranquila. Mas também trabalhamos com o empreendedor mais experiente, que com as instruções necessárias, conseguem alcançar um novo patamar. Sem o Nossocrédito, haveria muito impacto na economia local, pois parte do desenvolvimento é dos financiamentos”, comenta.

Apoiando principalmente atividades produtivas relacionadas ao comércio e serviços, como lojas de roupa, lanchonetes, salões de beleza e outros, o Nossocrédito permite que pequenos empreendedores, inclusive autônomos e associações, possam incrementar seus negócios. “O programa cria um ciclo positivo de desenvolvimento no Estado e garante a geração de postos de ocupação e renda nos municípios, porque sabemos que grande parte dos recursos acaba circulando no comércio e na prestação de serviços na própria região”, destaca o diretor de Crédito e Fomento do Bandes, Everaldo Colodetti.

A Sionésia Florinda, empreendedora da loja Caramelle, em Venda Nova do Imigrante, destaca que o apoio do Nossocrédito foi fundamental para o sonho sair do papel. “Iniciamos o negócio com o apoio do Programa Nossocrédito e começamos a trabalhar com o nosso próprio negócio. Depois fizemos novo contrato para contratação de capital de giro e mais recentemente fizemos outro financiamento com o Bandes”, enumera. A loja começou com o apoio do Programa de microcrédito e hoje cresce com a continuidade de financiamentos.

Quem pode

O Nossocrédito atende a pessoa física ou jurídica. É preciso apresentar avalista e ter o nome limpo no Serasa e no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). É necessário mais de seis meses de experiência na área, no setor formal ou informal, e residir no mesmo município há mais de dois anos.

Outro caso inspirador é o da empreendedora Rose Souza, moradora de Vitória, que abriu em uma papelaria e um armarinho no bairro onde mora. “Sempre fui apaixonada por brinquedos. O ponto próximo à minha papelaria ficou vago. Como era um local maior, resolvi apostar em abrir uma nova loja, mais organizada, para expor brinquedos”, destaca a empreendedora.

Os interessados no crédito podem procurar as agências do Programa em todos os municípios do Estado. Os endereços e telefones das unidades podem ser acessados no site do Bandes: www.bandes.com.br, ou pelo Bandes Atende: 0800 283 4202.

Condições Operacionais

Pessoas física ou jurídica: de R$ 200 até R$ 7,5 mil para primeiro crédito. Até R$ 15 mil a partir do segundo crédito para capital de giro e até R$ 20 mil, para investimento fixo.

Crédito para capital de giro:

Para valor de financiamento entre R$ 200 a R$ 15 mil:

  1. a) Prazo: até 12 meses. Juros: 1,10% ao mês
  2. b) Prazo: de 13 até 24 meses. Juros: 1,50% ao mês

Crédito destinado para investimento fixo:

Para valor de financiamento entre R$ 200 a R$ 20 mil:

  1. a) Prazo: até 12 meses. Juros: 1,10% ao mês
  2. b) Prazo: de 13 até 30 meses. Juros: 1,50% ao mês

Prazos:

Para capital de giro o prazo total é de 24 meses

Para investimento fixo o prazo total é de 30 meses

Prazo de carência: até 3 meses, de acordo com a especificidade, já incluído no prazo total

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*