Anac realiza vistoria no aeroporto de Cachoeiro

Publicado em às 18:16.
Por Assessoria de Imprensa

Técnicos elogiaram instalações e deram instruções sobre voos comerciais

Técnicos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) estiveram em Cachoeiro nestas terça e quarta-feira (3 e 4) para uma vistoria no aeroporto municipal Raimundo de Andrade. A visita teve por objetivo uma análise de rotina das condições do local, mas representantes da prefeitura aproveitaram a oportunidade para consultar os técnicos a respeito das adequações necessárias para a realização de voos comerciais.

Na vistoria, foram analisados aspectos como sinalização, segurança e visibilidade da pista, os quais tiveram parecer favorável dos técnicos – um relatório formal será enviado pela Anac nos próximos dias. Os responsáveis pela inspeção também teceram elogios à administração do aeroporto municipal e, no quis diz respeito a adequações para voos comerciais, fizeram orientações sobre a divisão de saguões, treinamento de equipe de segurança e instalação de detector de metais.

Um estudo de viabilidade a respeito da realização de transporte de passageiros, encomendas e documentos por meio do aeroporto de Cachoeiro, elaborado pela prefeitura junto às empresas aéreas interessadas, está em fase de finalização. Em breve, começará o desenvolvimento do projeto de adequação. Todo o processo é coordenado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec), que prevê para o segundo semestre a autorização aos primeiros voos.

“É muito gratificante receber a confirmação de que temos um aeroporto bem equipado e administrado. Isso nos dá ainda mais confiança para concretização do sonho antigo de ter voos comerciais em Cachoeiro, algo que terá impacto muito positivo no desenvolvimento da economia do município, tanto no fomento a atividades empresariais, quanto turísticas”, destaca o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Felipe Macedo.

 

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*