¼ de um lote e realize o sonho de uma jovem tetraplégica

Publicado em às 21:27.
Por Da redação

A igreja que desejar entrar na campanha e ser solidária pode fazer contato com Regiane pelo fone (28)99917-6124. Uma oferta especial pode ajudar a adquirir um pedacinho de terra para construir a casa

 

Sabe a moça que caiu da laje quanto tinha 14 anos, na casa da irmã e Vitória, a Regiane Raache Siqueira, hoje com 23 anos, residente no bairro Piuminas, em Piúma (Areias), pois é, o jornal Espírito Santo Notícias já contou um pouco do drama dela. Aquela queda do dia 17 de março de 2010 deixou Regi tetraplégica. Ela caiu de uma altura de três metros, na queda, um tijolo caiu sob a nuca dela e ela acabou sofrendo uma lesão C5 na coluna cervical, por um triz, não perdeu a vida. Regiane perdeu completamente os movimentos, não mexia nada. “Hoje eu sou dependente do meu esposo para tudo”.

Após o jornal divulgar a história dela e mostrar que ela vive em meia cozinha, na casa da sogra, surgiram inúmeras pessoas com desejo em ajudar a construir a casinha da Regi. A ideia inicial era lançar uma campanha para que surgissem doações e com isso, o esposo dela construiria uma quitinete na laje da mãe dele para moraram.

Após uma corretora de imóveis visitar o local para ver a possibilidade de fazer o projeto para construção da casa, fora verificado que na laje não é o local mais adequado, pois o imóvel possui pendências e ficaria inviável a construção de uma rampa. Embaixo, a adaptação ficaria mais cara que a construção de quatro cômodos, por exemplo.

Antes de ser lançada a campanha de doações de materiais para construção da casa da Regiane, surgiu um presente, um homem que pediu anonimato doou um terreno nas Areias para a construção da casa. Regiane foi ao local, se emocionou, fez fotos, agradeceu e sonhou com a casinha dela e do Matheus lá. Entretanto, o sonho voltou a estaca zero, o homem que doou não sabia que o pai dele já havia vendido o terreno.

Agora a campanha é mais ampla, mas já tem muitos adeptos. Para construir a casa da Regiane e do Matheus, será necessário pelo menos a doação de ¼ de um lote. Então, quem estiver lendo esta notícia e tiver esse pedacinho de terra e puder doar ao sonho de uma jovem de 23 anos, que sofreu uma queda e ficou tetraplégica, a casa será construída em breve. Há muitas mãos dispostas a estender a Regiane, ao esposo e ao filhinho.

“A casa própria é o sonho de muita gente. E no meu caso, sonhar com a casa própria é sonhar com a autonomia e a privacidade que eu preciso por ser tetraplégica. Minha sogra, com todo amor desse mundo, cedeu este espaço onde vivo: a cozinha de sua casa. Ela nos deu a laje, no entanto não temos condições de construir, pois meu marido se encontra desempregado e temos um filho para criar. É por isso que venho pedir sua ajuda, seja de qualquer tamanho, pois gostaria de ter um cantinho reservado para minhas necessidades especiais, sem precisar pedir licença para tudo. Sonho que se sonha só, é só um sonho, mas sonho que se sonha junto, vira realidade! Deus te abençoe”! Pediu Regiane.

Já surgiram alguns materiais de construção. O projeto da casa será doado por um engenheiro, mil lajotas já foram garantidas, 20 sacos de cimento serão doados por um comerciante, toda a argila necessária já está prometida por uma funcionária de uma casa de material de construção, 3.500 telhas são dela, uma pia, um tanque e agora falta você.

A corretora de Imóveis Alessandra Zouain disse que foi tocada por Deus a ajudar a Regiane e fará a parte dela nessa missão pela casa desta família. Alessandra está no comando da campanha de doação dos materiais e do lote. “Para participar é só comparecer a uma das lojas cadastradas na campanha, pedir o caderno de doações de materiais de construção da casa da Regiane e doar qualquer valor em dinheiro, colocando no caderno o seu nome, telefone e o valor doado. Ela também precisa da doação de um pedacinho de terreno para que possamos construir. Um pouquinho meu, um pouquinho seu, será o tudo dessa família! As mãos que ajudam são mais abençoadas que os lábios que apenas oram! Faça a sua doação, Deus o recompensará em dobro”! Pede Alessandra.

Há também uma campanha nas redes sociais: “Bastante pessoas estão ajudando, mas a maioria fez a doação e não concretizaram”.

Para ter acesso a vaquinha Casinha da Regiane, ou no face que te todas as informações necessárias para quem quiser ajudar. Ela reside próximo a antiga passarela nas Areias, uma casa verde, na Av. Nossa Senhora dos Navegantes, no bairro Piuminas.

Se você tem um filho entre 3 e 4 anos e tiver roupinhas e sapatos, também podem doar a Regiane que tem o Mateusinho, tudo que ele possui foi doado. Para doações em dinheiro ou em roupinhas entrar em contato com a Regiane. (28)99917-6124.

 

Lojas participantes da campanha:

 

BICIATTI;

PERIM;

ALEMÃO;

MONTE AGHÁ;

RB COELHO;

AM;

CONSTRU-ROSE.

 

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*